Playlist

sábado, 31 de dezembro de 2011

Balanço da temporada

O ano de 2011 chega ao seu final. Ano que deverá servir para uma profunda reflexão para o futebolista brasileiro que em todas as suas instâncias tiveram a sua "supremacia" atacada pelos mais diversas nações que buscam a hegemonia do futebol mundial.

Hoje em um mundo globalizado, não falamos mais dos campeonatos locais para identificarmos o estilo de jogo das seleções nacionais. Pelo menos não na Europa. As grandes ligas europeias são cercadas de jogadores estrangeiros e não formam uma identidade de futebol local. A não ser quando falamos de Alemanha e Espanha, onde em geral os principais times da liga representam o futebol jogado pela sua seleção.

No Brasil, o fiasco da seleção na Copa América, com os pênaltis perdidos, com Neymar, Ganso, Pato, Robinho, etc. não justificando a confiança neles depositadas e seus altíssimos salários fazem com que a situação do futebol brasileiro seja suficiente para acender um sinal amarelo.

No Brasileirão, festa do Corinthians e a consolidação da ascensão do futebol carioca dão o tom do que será o ano de 2012. Mesmo sendo reconhecidamente fraca tecnicamente, a temporada de 2011 caprichou na emoção. Na mediocridade sul americana, apareceu o Santos com os talentos, que se não brilham o suficiente para sustentar uma seleção brasileira, brilharam muito e fizeram lembrar o Santos dos grandes títulos sul-americanos. Porém foi um dos maiores vexames já proporcionados em uma final de título mundial Interclubes.

Esperamos que em 2012 as lições sejam aprendidas e que principalmente os jogadores se conscientizem de sua importância para seus respectivos clubes e passem a brigar mais pelo aumento de nível técnico do que nos bastidores para aumento de seus próprios salários. Os torcedores que lotam os estádios para vê-los torcem por isso.

Marcelo Alves Bellotti

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Deu a lógica - Barcelona Campeão Qual o segredo?

E o mundial de clubes chegou ao seu fim. E deu a lógica, com o Barcelona derrota do o Santos. Mas o que ficou para os amantes do futebol brasileiro foi um sinal vermelho: Nossas estrelas perderam o podermde decisão...

Não acho que isso seja verdade, apesar de reconhecer que hoje existem seleções em estagio bem superior ao da brasileira. O que aconteceu domingo no Japão foi a imposição de um estilo de jogo sobre o outro.

Guardiola jogou sem atacantes fixos e com quatro homens no meio campo. Muricy jogou com três zagueiros e dois volantes. Sem atacantes fixos e com Messi sendo seu artilheiro máximo o time do Barcelona praticamente flutua no seu meio campo.

Messi marcou duas vezes, deu um show, foi sem duvida o maior nome do jogo e segue fazendo história no Barcelona. Qual o segredo? Base forte, respaldo a treinadores? Manter o time? Dinheiro para contratar?

Senhores, o segredo do Barcelona passa um pouco em todas essas soluções. Quem administra o clube sabe planejar o orçamento. Quem comanda o time sabe a forca da base e que tem respaldo para trabalhar. A definição de metas facilita ate a cobrança por resultados, que nem sempre passam por conquistas de títulos.

Neymar mesmo destacou a frase de Guardiola, antes do jogo, que o Barcelona perdeu muito ate chegar a essa fase de conquistas. Como chamamos isso, senhores? Planejamento e visão de futuro, características fundamentais de qualquer empreendedor.

O futebol não e uma ilha diante das grandes corporações, e deve grande parte do seu sucesso a pessoas que levam o esporte a serio, sabem planejar, manejar orçamentos e custos.

Quando o Barcelona ou o Santos decide buscar o seu destino na base, ele não esta fazendo uma opção mais barata, e sim uma opção de investimento a longo prazo. Basta olhar pra base do Santos pra sabermos o que estamos falando. A estrutura vencedora, que revelou Diego, Robinho, Neymar e PH Ganso gasta por mês um orçamento superior a muitos clubes do Brasil. Por essa razão e que não adianta dizer por aí como estão dizendo que a solução esta na base. A solução passa pela base, pelo controle do orçamento e por administradores capazes de canalizar investimentos.

Observo futebol o tempo necessário para afirmar: um time com uma base bem feita, que mantém uma espinha dorsal de um elenco apenas renovando algumas pecas colhe resultados impressionantes. Guardiola e gênio? Não... Fora do Barcelona ele seria tão bom quanto qualquer outro. Mesmo o Messi... Se resolvesse sozinho a sua seleção agradeceria, mas não funciona assim! Todos os jogadores funcionam como pecas perfeitas em uma engrenagem chamada Barcelona. Essa para mim e a razão do seu suçesso!

Mas bem que o Santos podia ter jogado um pouquinho... Que lavada... 4 a 0 fora o baile.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Mundial de clubes deu a lógica

O Mundial de Clubes da FIFA retornou ao Japão, após duas temporadas fora da terra do sol nascente o campeonato voltou e deu a lógica. O Campeão da Libertadores da América enfrentará o campeão da Champions League.

Mais do que isso, o Santos encara o Barcelona. Frente a frente Neymar e Messi se encontrarão no próximo domingo.  O jogo promete ser empolgante. Conhecendo o técnico do Santos, sabemos que ele não vai expor o time, mas sim explorar a retomada de bola e o contra ataque. Por isso a preocupação extrema com as falhas de marcação cometidas no primeiro jogo.  A retomada de bola e a velocidade serão fundamentais no jogo contra o Barça.

Do lado catalão, uma experiência incomum, mesmo com a pouca idade do técnico Guardiola e dos seus comandados. Encaram o Santos de uma maneira muito profissional, assim como fazem nos confrontos contra o Madrid, seu maior rival, ou contra qualquer time em qualquer competição. Declarações politicamente corretas, sem entrar em provocações ou polêmicas.

A missão do Santos é realmente difícil. Recentemente acompanhei um jogo emocionante entre Barça e Milan, no San Ciro, jogo em que a equipe Rossonera jogou demais, mas perdeu para o Barça por 3 a 2. No  jogo contra o Madrid, também fora de casa, o time de Guardiola também saiu atrás. Com paciência e muita posse de bola, virou o jogo.

É sem dúvida o melhor time do mundo, o que pratica o melhor futebol. Caso o Santos supere o time espanhol, a conquista será memorável e digna de registro na história santista, relembrando os grandes tempos do Rei do futebol mundial. Mesmo assim, o Barça seguirá como o melhor futebol do mundo. Foi assim contra o Inter de Gabiru e não será diferente contra o Santos. Não está em jogo decidir qual dos dois é o melhor do mundo, mas sim quem vai ser o campeão mundial interclubes..

Para que os torcedores tenham a exata dimensão do que escrevo, a situação do Santos hoje é a mesma vivida pelo Santo André na final do Campeonato Paulista de 2010. O Santos era disparado o melhor time do campeonato, jogava o melhor futebol do país. Na final o que estava em jogo não era o título de "melhor time", mas sim o de Campeão Paulista.

No domingo, saberemos então apenas qual dos dois times se tornará campeão mundial de clubes. A paixão dos torcedores e da crônica, porém falarão por si caso o time de Vila Belmiro vença. Mas aí, todos estão em seu papel mesmo. Sem paixão, não tem como haver futebol.

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 11 de dezembro de 2011

Madrid x Barcelona... mais que um jogo

sábado tivemos a continuação do duelo entre Madrid e Barcelona. Para nós, amantes do futebol, um dos maiores clássicos do mundo... um jogo que praticamente para a Europa. Como hoje, o futebol europeu tem em suas fileiras representantes do mundo inteiro, o clássico tem apelo de mídia em todas as partes do mundo e divide opiniões sobre quem é melhor, Cristiano Ronaldo  ou Messi.

Porém na Espanha é diferente. O sentimento é maior. Estamos falando de um time que representa a coroa espanhola (Real Madrid). Dizem que os times fiéis a coroa Espanhola, permanecem com uma coroa acima de seu distintivo e no seu nome, como Real Bétis, Real Mallorca, etc.

O outro time representa o orgulho do povo Catalão. Povo que na ditadura de Franco foi oprimido e massacrado, não podia se manifestar livremente e que tinha no time de futebol a sua grande forma de expressão de amor a Catalunha. O grito de BARCELONA no estádio era mais do que a torcida por um time de futebol. Era o grito de um povo que queria a liberdade de uma ditadura imunda. Gritar Barcelona era como gritar Liberdade, contra a ditadura de Madrid.

Isso transformou o jogo em muito mais do que uma simples partida de futebol. Os tempos mudaram, mas fica a mística do encontro, que é diferente dos demais clássicos. São ao todo 109 anos de história de heróis e vilões. É o jogo dos jogos. Madrid representando a coroa espanhola e Barcelona (é Més que un Club)

Marcelo Alves Bellotti

No fim... deu Corinthians

Vão falar que o time foi campeão apesar do técnico Tite, famoso por privilegiar esquemas defensivos em detrimento do "verdadeiro futebol brasileiro".  Podem falar também que foi o pior nível técnico dos últimos anos no futebol brasileiro.

Tudo isso é verdade! Mas no final, deu Corinthians em um joguinho safado contra o Palmeiras e outro clássico sem-vergonha entre Vasco e Flamengo. Lembro-me dos jogos decisivos de Brasileiros antigos. Em 86, por exemplo, fui acompanhar a final entre São Paulo e Guarani. que diferença!!

Mas ganhou o melhor! Se o título ficasse nas mãos do Vasco, o título ficaria com o melhor futebol... com o Timão, o título ficou com o time de melhor média, melhor defesa... o time mais regular e que mais liderou o campeonato. Em ambas as situações, seria mais do que merecido.

No Corinthians, destaque para sua dupla de volantes, Ralf e Paulinho. No Vasco, Diego e Dedé se destacaram na campanha. Belo campeonato. Fórmula aprovada! 

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Bebo, Fumo e Penso!

O futebol brasileiro perdeu no domingo um grande personagem. Faleceu Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira. Sócrates começou a sua carreira no Botafogo de Ribeirão Preto, mas o seu melhor desempenho como profissional foi defendendo o Corinthians. Chegou em 78 e permaneceu até 1984, período que conquistou três campeonatos paulistas. Jogou na Fiorentina da Itália, depois retornou para o Brasil, jogando no Flamengo e no Santos.

Pela seleção Brasileira, jogou desde 1979 até a Copa de 1986. Não marcou a sua carreira por muitos títulos, mas sim pela sua personalidade e por lutar por aquilo que acreditava. A partir de 1981 ajudou a conscientizar os jogadores a começar pelo fim da concentração e depois pela participação do jogador de futebol nos processos de decisão de um time de futebol. Tudo era votado, como escolha do técnico ou de um novo jogador. Porém cada um tinha a sua responsabilidade. O fato do grupo escolher o treinador, não dava o direito de opinar quanto a escalação ou como o time deveria jogar. 

Isso parece muito pouco, porém nenhuma dessas atitudes fogem do contexto. Em 1981 estávamos buscando a anistia a presos políticos e em processo de redemocratização do país. Por conta disso, muitos assuntos ainda permaneciam como verdadeiros tabus e eram combatidos com veemência.

Hoje o movimento não faria muito sentido, pelo menos não com esse nome (Democracia Corinthiana) escolhido pelo publicitário Washington Olivetto. Mas a discussão ainda é atual... fim da concentração, papel do jogador de futebol na sociedade... Esse tipo de assunto, extremamente evitado pelo profissional de hoje, foi enfrentado pelos representantes do movimento na época.

Após o final da carreira, Sócrates perdeu muito da sua participação na sociedade, mas sempre que podia, dava suas opiniões fortes e contundentes sempre buscando o melhor para uma categoria (Atleta profissional). Amava o Brasil, a ponto de participar do movimento Diretas Já na década de 80 mas não hesitava em dizer da sua contrariedade da disputa da Copa do Mundo no país.

O doutor sempre me motivou a ir ao estádio. Sua maneira não-atleta de jogar me encantava. Foi um gênio para os apaixonados pelo futebol. Para os céticos, um cara que queria apenas a bagunça e acabou morrendo por uma doença causada pela bebida.



Sócrates nunca escondeu sua condição pessoal. Bebia muito... tanto que teve o problema que o levou ao óbito. Fumava também, não gostava de concentrações. Mas como disse o título... pensava!

E jogava demais!!! Descanse em paz, doutor...

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Pontos corridos ou Mata-Mata?

As finais emocionantes desse campeonato brasileiro acirram a discussão de qual é o melhor sistema para o futebol brasileiro... o Campeonato de pontos corridos ou o mata-mata? Uma das coisas que eu mais tenho pavor na crítica é essa dualidade. Ou pontos corridos ou mata-mata... quem defende um odeia o outro.

Essa postura ridícula impede que se curta o melhor dos dois mundos. Os campeonatos de Pontos corridos valorizam todas as rodadas. Nele você pode planejar a conquista traçando pequenas metas a cada conjunto de jogos. A tabela divulgada com antecedência lhe permite isso. Pontos corridos permitem que os clubes trabalhem a formação do atleta, possibilitam que se lancem jogadores, pois em geral, os pontos corridos são adotados nos campeonatos nacionais e são longos. Premiam a regularidade e em geral, não pairam dúvidas sobre o merecimento de seus campeões.

O mata-mata é o imponderável. A decisão em cada jogo! Um teste de nervos para grandes torcidas e a grande chance para atletas de clubes menores. 120 minutos de batalhas épicas tornam essa fórmula uma autêntica fábrica de heróis e vilões. São campeonatos vibrantes, em geral são as copas dos países europeus. Desenvolve nos atletas a garra e o espírito de luta, o amor ao esporte,

No Brasil, tradicionalmente temos além da Copa, o Campeonato e o Regional. Temos então, espaço para todas as fórmulas. Porém ainda há a discussão de que campeonato de verdade é o de pontos corridos. Ou o mata-mata é que traz emoção. Novamente os clubes seus dirigentes e a crônica focam na causa e não no problema. Enquanto perdemos tempo discutindo fórmulas, os times chegam no final do campeonato com pelo menos 2 atletas importantes afastados por contusão séria, alguns no elenco tomando injeção pra dor antes de entrar em campo e aqueles que jogam "no sacrifício" pois o campeonato já está acabando mesmo!!!

Planejamento, nem pensar... depois reclamam que a falta de resultado leva a demissão de técnicos e de jogadores.

Marcelo Alves Bellotti

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Botafogo e São Paulo perdem mando

A última rodada do Campeonato Brasileiro prevê os jogos de São Paulo x Santos e Botafogo x Fluminense. Dois clássicos regionais tradicionais apesar da situação atual dos clubes não prever jogos emocionantes. O fato relevante é que essas equipes não poderão jogar em seus respectivos estádios, por razões de segurança.

Esses jogos foram apresentados juntamente com o campeonato no começo do ano. O problema começou há dois anos com suspeitas de "entrega de jogo" de um time paulista para que outro não fosse campeão. No ano passado, o fato se repetiu. A CBF então decidiu que na última rodada seriam disputados somente clássicos regionais, dentro do possível.

A distorção maior acontece no Rio de Janeiro, onde o Botafogo foi impedido de atuar em seu próprio estádio, e um outro clássico foi marcado para o local. Domingo então no Engenhão, teremos Flamengo e Vasco, enquanto Botafogo e Fluminense jogam em Volta Redonda. Em São Paulo, Corinthians e Palmeiras jogam no Pacaembu, enquanto São Paulo e Santos jogam em Mogi Mirim.

No primeiro turno, acordos foram feitos para evitar esse problema, mas agora não teve acordo. Foi determinação. E quem quiser que reclame ao Bispo. Um completo absurdo. Não consigo acreditar onde chegou a insanidade de quem fez a tabela. Sobretudo em São Paulo, onde temos o Santos, que o próprio nome já diz, não é um time da capital.

O nome dessa insanidade é planejamento. Em 07/11, alertei que os jogos causariam encrenca. Quando o campeonato foi apresentado a previsão era que na última rodada teríamos problemas. Será que ninguém percebeu??? 

Lamentável para o torcedor de São Paulo e Botafogo, que permanecem indignados e seus dirigentes, prometendo "medidas" para serem ressarcidos... que ressarcimento poderá haver??? O torcedor queria ver o seu time no seu estádio!!!

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 27 de novembro de 2011

Série B chega ao Fim.

A série B chegou ao final e definiu os quatro times que no ano que vem disputarão a principal série do Futebol Brasileiro. A última rodada do campeonato marcou o acesso do Sport Club do Recife, que derrotou o Vila Nova em Goiás pelo placar de 1 a 0. No outro lado da tabela, o Icasa foi rebaixado para a série C sendo derrotado pela Portuguesa pelo placar de 2 a 0.

Situação interessante foi a do Boa Esporte, que chegou a última rodada do campeonato com chances de chegar a principal divisão do Brasil. Fico pensando o que estará pensando o torcedor do time do Ituiutaba? O time do Ituiutaba surgiu em 1947 e permaneceu como o time da cidade até o acesso da série C para a série B em 2010. Nesse momento, o clube percebeu (só nesse momento??) que a o estádio da cidade não poderia comportar os jogos da série B. Qual a saída encontrada... Construir um estádio? A opção não era a melhor... então decidiram mudar de cidade.

O mais lógico seria mandar os jogos em cidades vizinhas como Uberlândia ou Araguari, permitindo que os torcedores originários do time do Ituiutaba pudessem acompanhar o time da cidade e pudessem ter orgulho dele, como fez o grande time do Salgueiro.

Mas não... a solução passou por mudar o nome, para o que um dia já foi o nome do time (Boa Vontade Esporte Clube) e mudar a sede para Varginha, cidade que dista aproximadamente 700 Quilômetros da cidade de origem do time. Aos torcedores de Ituiutaba, resta uma viagem de pouco mais de 8 hores, segundo o Google Maps para acompanhar o seu time de coração, que seria o seu orgulho ao disputar uma série B. O que estará pensando esse torcedor?

Bem feito, Boa Esporte Clube!!!

Marcelo Alves Bellotti

Só Corinthians ou Vasco disputam título

Chegamos a penúltima rodada do Campeonato Brasileiro e a última rodada reserva emoções para os torcedores de Corinthians ou Vasco. As duas equipes chegam ao final da rodada como as únicas equipes que disputam o título brasileiro.

Para a imprensa carioca, o Vasco é melhor. Tem jogado o melhor futebol no Brasil, com o talento de Felipe e Juninho Pernambucano, com os gols de Elton e Alecsandro e com Dedé, o melhor zagueiro do país na atualidade. Tem a segunda melhor defesa do campeonato e um dos melhores ataques.

A equipe paulista tem a melhor defesa do campeonato. É a equipes que tem o maior número de vitórias e tem o melhor aproveitamento do campeonato. Mas para a crônica paulistana, o favorito é o Vasco. 

A próxima rodada será marcada por clássicos regionais. Segue a minha previsão da rodada:

O Atlético-PR decide seu destino na primeira divisão no clássico contra o Coritiba, que joga a sua classificação para a Libertadores. Acredito que os dois não conseguirão o seu objetivo. Vai dar empate.

Cruzeiro e Atlético farão um jogo épico. O Empate pode significar o rebaixamento do Cruzeiro. A torcida será 100% do Cruzeiro, mas apesar disso, acho que o Atlético vence e a Raposa reforça a série B no ano que vem.

No sul, o Internacional bate o Grêmio e vai pra Libertadores. O Flusão goleia o Botafogo e Fred será artilheiro do campeonato. O São Paulo derrota o time B do Santos mas não se classifica para a Libertadores. O Vozão derrota o Bahia e se salva. Por fim o Figueira não consegue vencer o Avaí no clássico e não disputa a Libertadores.

Essas são as previsões... Vasco x Flamengo e Corinthians x Palmeiras... Sei lá!!! esse eu não me arrisco!!! Vai ser emoção pura!!!

Marcelo Alves Bellotti

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Craques do Brasileiro 2011

A CBF divulgou a relação dos candidatos a craque do Brasileirão 2011. A ausência de Mario Fernandes mostra que a Confederação Brasileira ainda não esqueceu da sua recusa a seleção nacional. O lateral do Grêmio figura como um dos favoritos no tradicional prêmio Bola de Prata da revista Placar.

Seguem os candidatos da CBF:


Goleiros:
Fernando Prass (Vasco)
Jefferson (Botafogo)
Julio Cesar (Corinthians)

Laterais-direitos:
Bruno (Figueirense)
Fagner (Vasco)
Mariano (Fluminense)

Zagueiros direitos:
Antônio Carlos (Botafogo)
Dedé (Vasco)
Rhodolfo (São Paulo)

Zagueiros esquerdos:
Emerson (Coritiba)
Leandro Castán (Corinthians)
Réver (Atlético/MG)

Laterais-esquerdos:
Bruno Cortês (Botafogo)
Juninho (Figueirense)
Kleber (Internacional)

Volantes direitos:
Arouca (Santos)
Ralf (Corinthians)
Romulo (Vasco)

Volantes esquerdos:
Marcos Assunção (Palmeiras)
Paulinho (Corinthians)
Renato (Botafogo)

Meias direitas:
Deco (Fluminense)
Diego Souza (Vasco)
Lucas (São Paulo)

Meias esquerdas:
Montillo (Cruzeiro)
Ronaldinho (Flamengo)
Thiago Neves (Flamengo)

Atacante:
Julio Cesar (Figueirense)
Neymar (Santos)
Leandro Damião (Internacional)

Centroavante:
Borges (Santos)
Fred (Fluminense)
Loco Abreu (Botafogo)

Técnicos:
Jorginho (Figueirense)
Ricardo Gomes / Cristóvão Borges (Vasco)
Tite (Corinthians)

Árbitros:
Leandro Vuaden
Paulo César de Oliveira
Sandro Meira Ricci

Revelação:
Bruno Cortês (Botafogo)
Leandro Damião (Internacional)
Wellington Nem (Figueirense)

Craque da Galera:
Dedé (Vasco)
Liedson (Corinthians)
Neymar (Santos)

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Champions League tem jogo do ano!

Hoje teremos o que promete ser o melhor jogo da primeira fase da Champions League. Milan e Barcelona se enfrentam no San Ciro em Milão a partir das 17h30.

O jogo vem cercado de expectativas. No primeiro turno um empate de 2 a 2 e belos gols de Pato e Messi garantiram a emoção dos amantes do bom futebol.  Hoje em campo do lado Rossonero, teremos Pato, Robinho, Ibra tentando impor seu jogo. Do outro lado, os melhores do mundo.

Ontem tivemos duas decepções para quem aponta o futebol inglês como o melhor do mundo. Jogando um futebol pobre, o time milhardário do Manchester City foi derrotado pelo picolo Napoli, no Estádio de San Paolo. Em Manchester, o United também não jogou o suficiente e apenas empatou pelo placar de 2 a 2 com o Benfica de Bruno Cesar, Pablo Aymar e companhia.

Os ingleses souberam como valorizar a sua liga, composta de orçamentos milionários, elencos duvidosos e concentrando grandes fortunas pessoais, nem sempre bem-vindas em seus países de origem e que parecem encontrar abrigo na liga inglesa.

O resultado é um campeonato badalado, que pelo menos nessa temporada, não tem mostrado um nível suficiente para garantir seus times nas fases seguintes da Champions. Longe disso temos a liga alemã e a italiana, com orçamentos menores mas com times muito mais consistentes e, no caso alemão, um nível técnico superior, bem no estilo europeu.

Vamos acompanhar a rodada hoje. Depois, o melhor comentário sobre a Champions League.

Marcelo Alves Bellotti

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Craques... Bônus e Ônus

Acompanhei agora uma entrevista do Falcão ao programa Arena Sportv com relação aos acontecimentos da decisão da Liga Futsal, entre Carlos Barbosa e Santos. Falcão foi expulso e tentou agredir o árbitro.

Depois do jogo, jogou a culpa de seu ato no árbitro, dizendo que a expulsão foi totalmente pessoal. Falcão claramente tentou minimizar o seu ato e reclamou que as cobranças envolvendo o seu nome são exageradas e que não observa a mesma atitude em outros atletas importantes do futsal. Disse ainda que sabe que agiu mal.

Acho curioso o comportamento de atletas de ponta no Brasil. Todos querem garantir a sua independência financeira, querem manchetes, contratos publicitários, dão palestras, entrevistas... enfim, exigem de seus empregadores um altíssimo investimento para mantê-los.

Falcão é um verdadeiro mito no futsal, revolucionou o Esporte e é reconhecido hoje no mundo inteiro pela sua habilidade e suas conquistas. É natural que a cobrança ocorra na mesma proporção do investimento feito pelo mundo do futsal para que todos possam vê-lo. 

Ao analisarmos a carreira do astro do Futsal, veremos problemas constantes de relacionamento e brigas. Em 2004, Falcão acusou Manoel Tobias, seu padrinho de casamento, de desunir o grupo após ficar na reserva. Na ocasião, o Brasil foi eliminado pela Espanha na semi-final.

Nessa temporada, o ídolo já tem um caso de agressão, quando trocou sopapos com o jogador Edigleusson. Falcão vive se envolvendo em brigas, como a das finais do Mundial de Futsal contra a Itália, ou como em 2006 quando o time de Jaraguá do Sul enfrentou o Joinville. Como podemos perceber, a crítica está desligada do fato dele jogar no Santos.

Já passou da hora do jogador saber que ao investir pesado na permanência dele em quadras brasileiras, sua postura profissional pode até ser provocativa, preocupando-se somente em enervar adversários e torcedores, mas que a cobrança será proporcional, pois não é esse comportamento que se espera de um ídolo... todo final de campeonato pelo menos uma confusão no Futsal atende pelo nome de Falcão

Mas ele é esperto, sabe que nesses casos a imprensa só vai ouvir o lado dele, não há espaço na mídia para qualquer outro jogador... então posa de bom moço arrependido e se sente injustiçado...

Se liga, Falcão... você é o melhor do mundo... joga bola e para de presepada, rapaz!!!

Marcelo Alves Bellotti

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Campeonato Brasileiro - Agora é decisão

Hora de decisão no Campeonato Brasileiro. A briga pelo título, a briga pela Libertadores e a briga para não ser rebaixado para a segunda divisão envolvem praticamente todos os times, deixando o campeonato emocionante na penúltima rodada.

Sábado foi definido dois rebaixados para a série B. America-MG e Avaí foram derrotados por Vasco e São Paulo. As outras duas "vagas" estão entre Atlético-PR, Ceará, Cruzeiro, Bahia e Atlético-MG. Minas está em estado de alerta, pois há um risco de rebaixamento de seus três representantes esse ano.

Na parte de cima da tabela, a inconstâncias dos clubes e o baixo nível do campeonato fizeram que a distância entre o quarto colocado, o Internacional e o nono colocado, o Coritiba, seja apenas de três pontos ganhos. A vaga na Libertadores está aberta.

Então chegamos aos três primeiros... os únicos que ainda brigam pelo título. Começamos com o Fluminense, de Fred e Deco que triturou o Figueirense no Orlando Scarpelli pelo placar de 4 a 0 . Fred marcou três gols e chegou a sete gols em dois jogos. O Corinthians fez um jogo muito bom contra o Atlético-MG e chegou a uma vitória épica de virada pelo placar de 2 a 1. A partida marcou o primeiro gol de Adriano com a camisa do Timão.

O Vascão continua em grande fase. Jogando em São Januário o time da Colina bateu o Avaí pelo placar de 2 a 0 com uma exibição de gala de Felipe. O placar só não foi maior devido ao belo goleiro Marcelo Moretto, que marcou a sua estréia no time Catarinense e fechou o gol.

Agora, vem os clássicos... é hora de decisão!!! 

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 20 de novembro de 2011

Brasileiro Série B: Mais Definições

A série B do Campeonato Brasileiro chegou a sua penúltima rodada. A Portuguesa já com a classificação e o título garantido bateu o já rebaixado Duque de Caxias pelo placar de 4 a 0. A rodada foi repleta de surpresas e de resultados inesperados. Ao final tivemos mais equipes que se classificaram para disputar a primeira divisão do futebol brasileiro em 2012.

O Clube Náutico Capibaribe conseguiu garantir o retorno a série A do Brasileirão mesmo após a derrota para o Boa Esporte em Varginha pelo placar de 2 a 1. Kiesa marcou e  se consolidou na artilharia do campeonato com 21 gols. O que fica é a campanha consistente do Timbu, pois em um campeonato de pontos corridos o que conta é a regularidade.

Outra equipe classificada para a elite do futebol é a Ponte Preta. Jogando no Majestoso, a Macaca comandada brilhantemente pelo ótimo Gilson Kleina apesar da tensão e mesmo após sair perdendo, conseguiu virar o jogo e marcou uma goleada pelo placar de 4 a 1. Ricardo Jesus marcou e chegou a 18 gols na artilharia do Brasileirão.

Agora para a última rodada as equipes do Sport, Bragantino, Vitória, Boa Esporte e Americana ainda lutam por uma vaga na série A. A situação mais curiosa é da estrutura itinerante que comanda uma empresa que hoje tem sede em Americana, que após a derrota em Recife, simplesmente antecipou férias a 14 jogadores, e agora tem dificuldades para definir a equipe suficientemente forte para a disputa de uma classificação. Mas enfim, é uma estrutura profissional, que está na sede de Americana somente uma temporada e promete até ir embora. 

A briga será emocionante na última rodada. Acompanhem!

Marcelo Alves Bellotti

Jundiaí em festa: Paulista bi-campeão

E a Copa Paulista chegou ao final. Comercial e Paulista jogaram ontem no estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto, pois o estádio Palma Travassos está em reformas.

Após a vitória no primeiro jogo, o time de Jundiaí jogava até por uma derrota por um gol de diferença e optou por jogar totalmente na defesa e aguardar uma chance para o contra-ataque com o ótimo atacante Mike, que em todas as oportunidades levou perigo ao gol do Bafo.

Já o Comercial atacava a todo o momento pelas laterais, principalmente com Rossato. Porém a estratégia do Galo da Japi deu certo. Aos 19 minutos do segundo tempo, Carlão abriu o placar, obrigando ao time da casa a marcação de três gols. O Comercial se lançou ao ataque  e aos 28 minutos, o artilheiro Henan empatou o jogo. O próprio Henan virou o marcador aos 34 minutos. O Paulista soube aguentar a pressão e ao final do jogo comemorou o seu segundo título consecutivo na competição.

O destaque positivo foi a torcida do Bafo, que após o jogo comemorou muito o vice-campeonato e reconheceu o título do Paulista, transformando o evento em uma grande festa e festejando o final de um grande ano para o time de Ribeirão Preto.

Ao Paulista agora uma nova participação na Copa do Brasil do ano que vem. Lembrando que, a exemplo do Santo André em 2004, o time de Jundiaí soube fazer a sua lição de casa e chegou ao título nacional no ano de 2005 após o título na Copa Paulista. É certo que o time de Jundiaí não é um candidato natural ao título mas o torneio serve como motivação para a montagem de um grande elenco para o ano que vem. 

Parabéns Paulista. Legítimo campeão da Copa Paulista de 2011.

Marcelo Alves Bellotti

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Rodada decisiva no Brasileirão

A rodada do Brasileirão foi disputada nessa última quarta-feira com a emoção esperada para o momento. Os times do Corinthians e do Fluminense foram os maiores beneficiados pelos resultados. Alias o Flusão fez um jogo inesquecível contra o Grêmio. Todos os ingredientes para um jogo inesquecível, inclusive uma arbitragem meio polêmica. Ao final, placar de 5 a 4 para o time carioca.

O Santos empatou o jogo contra o Atlético-GO que marcou a recuperação do meia Paulo Henrique Ganso, que fez um gol após um longo jejum. Acho engraçado os torcedores comemorando um jogo horrível. Valeu pelo gol e só!

O Flamengo não se acerta. Ontem derrapou feio e apenas empatou com o Figueirense. O resultado elimina qualquer chance do time carioca de chances para o título. Acredito que somente a vaga para a Libertadores é que move o Mengão.

O Brasileirão empolga. Os dirigentes, os jogadores, os técnicos e até a empresa que detém os direitos de transmissão devem repensar esse calendário que estoura os jogadores... mas de uma coisa ninguém pode reclamar... o Brasileirão é pura emoção!!!

Marcelo Alves Bellotti

terça-feira, 15 de novembro de 2011

O feriadão e o futebol

A terça feira foi agitada no futebol brasileiro e mundial. No Brasil, clubes se preparam para rodadas decisivas e no futebol Internacional, amistosos e eliminatórias agitam o feriadão. Seguem os destaques.

Brasil
No Palmeiras, ainda ecoam as declarações de Kleber, que afirmou que mais de 80% do elenco e dos funcionários do clube não gostam do Felipão. Isso vai ao encontro do que disse o conselheiro do clube Serafin Del Grande no Domingo a Rede Gazeta, falando também sobre a briga entre Felipão e Sérgio do Prado.

Corinthians - As eleições continuam agitando a cúpula corintiana. Enquanto o time luta por mais um título, brigas entre grupos de diretores com interesses que nem sempre são nobres prometem agitar a vida no timão nos próximos meses.

Santos - O time confirmou a renovação do contrato do garoto Neymar e promete uma briga imensa com o grupo Diz, sobre quebra de contratos.

Futebol Internacional
Eliminatórias Sul Americanas - A Argentina jogou hoje fora de casa e bateu a Colômbia pelo placar de 2 a 1 e de virada. Apesar da equipe portenha não ter apresentado um grande futebol,  Messi e Kun Agüero marcaram e garantiram o segundo lugar da eliminatória sul-americana. O outro jogo da noite marcou a vitória do Equador contra o Peru pelo placar de 2 a 0. A rodada será completada com Chile e Paraguai e Venezuela e Bolívia ainda hoje.

Eliminatórias da Euro - Destaque para Portugal, que derrotou a Bosnia pelo placar de 6 a 2 após um empate no jogo de ida por 0 a 0 e se classificou na repescagem do torneio Europeu. Os destaques de Portugal foram Elder Portiga e Cristiano Ronaldo, com dois gols cada. Nani e Miguel Veloso completaram o placar de Portugal. Croacia, Rep. Checa e Irlanda também confirmaram a sua classificação.

Amistosos - Destaque para a  vitória do Brasil ontem por 2 a 0 contra o Egito por 2 a 0, gols de Jonas. O jogo foi realizado em Doha, no Catar. O Uruguai, que folgou hoje nas Eliminatórias, bateu a Italia no estádio Olímpico de Roma pelo placar de 1 a 0. A campeã do mundo Espanha sofreu demais para apenas empatar com a Costa Rica por 2 a 2 após estar perdendo por 2 a 0 até o minuto 37 do segundo tempo.

Marcelo Alves Bellotti

Pobre Futebol...

O Brasileirão série A está chegando ao fim, e com ele, a paciência da crônica com a inconstância com os times que ano após ano parecem "se recusar" a assumir uma postura vencedora e se impor aos adversários em uma arrancada para a vitória... visivelmente risível!

Por conta da maneira como é disputado, o Campeonato Brasileiro expõe o jogador a uma jornada de 38 jogos por ano. Se somarmos mais pelo menos 14 jogos de Libertadores e/ou 10 jogos da Copa do Brasil, mais 19 jogos na primeira fase do Regional, e cinco jogos na fase final, teremos em um caso extremo, jogadores com aproximadamente 80 jogos por ano. Sem contar os que são convocados para as seleções.

Os times sentem esse desgaste principalmente agora, quando o campeonato vai chegando ao final. O desgaste físico chega ao extremo e os jogadores forçam cada vez mais tentando jogar no sacrifício. Quando o resultado não vem, o alvo naturalmente torna-se o time, o calendário... é muito comum nos dias de hoje culpar os regionais.

Atitude típica. Ao invés de detectar o problema, em geral as pessoas apontam as causas. Ao atacar somente as causas, os problemas continuam sem resolução e a situação não muda. Quando olhamos o futebol Europeu, vemos campeonatos igualmente com 20 times, mais as Copas Europeias e as Copas de cada país e os jogos das seleções nacionais, na teoria, os jogadores teriam os mesmos 80 jogos por ano.

Mas o que ocorre é que a cultura é diferente. A maioria desses clubes trabalha com uma estrutura profissional maior que a que a conhecemos. Então, nas copas os jogadores recém contratados tem a oportunidade de mostrar serviço, enquanto o time chamado principal se concentra no principal objetivo.

Aliás, outro ponto que ninguém se importa. Os treinadores costumam dizer "Nosso objetivo é ganhar todos os campeonatos!"  Pura bobagem. Campeonatos devem ter objetivos. Defendi aqui nessa tribuna que os regionais deveriam se transformar em campeonatos de formação para os times que disputam a série A do Brasileiro. Então, eles disputariam esse campeonato com suas equipes de base, talvez com três atletas acima de 21 anos, por exemplo.

O mesmo modelo poderia ser seguido para a Copa do Brasil, para quem disputasse a Libertadores. Se houver planejamento, com um objetivo claro, metas atingíveis e planejamento sério, os problemas seriam mais facilmente resolvidos. Como a única meta possível é ser campeão ou, no máximo, a disputa da Libertadores, no final do ano a decepção é geral, técnicos perdem empregos, elencos são reformulados e esse ciclo torna-se vicioso.

Planejar um calendário, não é excluir os times "grandes" dos regionais, é saber qual time escalar em cada campeonato. Se o clube investe pesado em um ou dois jogadores, naturalmente eles tem que atender o principal objetivo do clube no ano. Como não há objetivo claro, no final do ano o investimento se dilui em um estresse emocional e via de regra uma contusão que afeta o time na reta final do campeonato.

O quadro piora quando ouve-se... no passado, os campeonatos eram disputados toda quarta e domingo e ninguém estourava como hoje. Como se o problema fosse apenas físico. Competições e jogos são em geral são decididos por fatores emocionais. Daí o estresse, a cobrança pelo alto salário...a contusão e a principal estrela do seu time fora ou estourado na fase que vale a pena...

Enquanto não atacarmos os problemas do futebol, estaremos girando nesse círculo vicioso, sem sair do lugar e sem chegar a conclusão nenhuma.  Mas o negócio da dinheiro para todos... dirigentes, atletas, empresários, cronistas... enfim! 

Pobre futebol...

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 13 de novembro de 2011

Reta de chegada: Corinthians e Vasco desgarram

O campeonato Brasileiro da série A está chegando a sua trigésima quarta rodada recheado de emoção.Fico com a definição perfeita de Lédio Carmona. Não se trata de jogos com um nível técnico alto, mas sim com emoção. Corinthians e Atlético-PR fizeram um jogo sem muita técnica, mas com muita emoção. Em quatro minutos, o Timão marcou dois gols e ao final do primeiro tempo, merecia estar ganhando a partida por pelo menos 3 a 0.

Porém no segundo tempo, além do gol, o Atlético-PR ainda colocou duas bolas na trave e por muito pouco não empatou o jogo. Adriano entrou para justificar o seu alto salário e mostrou vontade. Não é conveniente confiar nele, porém não podemos reclamar da vontade dele acertar.

O Vasco jogou muito bem e derrotou o bom time do Botafogo pelo placar de 2 a 0 dentro do Engenhão. Segue candidatíssimo ao título e podia ser até mais fácil, não fosse a total displicência do Diego na hora de bater o pênalti. Além do Diego, o goleiro Jefferson do Fogão estava inspirado, se não fosse ele, o time teria tomado mais gols.

Os demais clubes seguem patinando. O Mengão perdeu, o Flu também perdeu, o Figueirense chega atropelando todo mundo e pode surpreender com uma vaga na Libertadores. Realmente o nível técnico é sofrível. Mas que tem emoção... tem muita. 

Marcelo Alves Bellotti

Copa Paulista define seus finalistas

E a Copa Paulista chega a sua final. Sábado foi disputada a partida de volta das semi-finais da competição envolvendo Velo Clube x Paulista e São Bernardo x Comercial.

E a final será entre Paulista de Jundiaí e Comercial de Ribeirão Preto. Dos quatro times que chegaram a final, tínhamos um caso de desperdício de dinheiro público em entidades privadas ligadas ao esporte, no caso o São Bernardo FC.

O time do ABC foi fundado em 2005 e rapidamente através de investimentos e patrocínios chegou a série A, seguindo o exemplo de São Caetano do Sul. O estranho no caso de São Bernardo é que láexistem três clubes de futebol, por que o apoio apenas para um?

Aliás, qual o motivo de tentar ligar até os apelidos? Logicamente, para que o cidadão da cidade achar que esse time que ele assiste, é realmente o Bernô. Mas não é. O Bernô está na segunda divisão e conseguiu passar algumas fases, fazendo uma campanha irregular mesmo jogando no Baetão, ao invés do Primeiro de Maio, reservado somente para o time apoiado pela prefeitura.

Mas o assunto é Copa Paulista! O Comercial segue com a boa campanha que o levou a divisão de elite do futebol paulista e o Paulista de Jundiaí tenta reviver os seus melhores momentos. Os quatro times tiveram uma campanha consistente e a final apresentará um grande espetáculo... que vença o melhor!

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 12 de novembro de 2011

E o América hein? São Paulo vence e respira!

O America -MG provavelmente vai ser rebaixado para a segunda divisão do Brasileirão. A sua situação é muito complicada, pois são no total, quatro times rebaixados e durante muito tempo a equipe Mineira ocupou a última colocação! Mas o time de Givanildo mostra muita raça, garra e vontade em seus jogos.

Hoje, a equipe Mineira derrotou hoje o Fluminense em pleno Engenhão pelo placar de 2 a 1 e confirmou a sua fama de carrasco dos times que lutam pelo título. Já são duas vitórias contra o Fluminense (nos dois turnos) e vitórias contra o Vasco e Corinthians. Gosto de ver quando um time mesmo sem perspectivas consegue jogar como o America jogou hoje.

Hoje o Flu deixou escapar a oportunidade de assumir a liderança do campeonato pelo menos provisoriamente, deixando a pressão para Corinthians e Vasco que jogam somente amanhã e entrariam em campo com a obrigação de vencer.

O São Paulo derrotou o Avai no Morumbi pelo placar de 2 a 0. Destaque para Luis Fabiano, autor dos dois gols do time, que infelizmente tomou o terceiro cartão amarelo e desfalca o time na próxima rodada. Porém o ponto que me chamou atenção foi a maturidade do garoto Lucas. Após o primeiro gol,  Luis Fabiano mesmo sabendo que estava com dois amarelos, tentou tirar a camisa, ato que foi impedido pelo colega Lucas.

Luis Fabiano ainda tomou o terceiro amarelo em um lance bobo, por reclamação. É a hora de perguntar... quem é o experiente, quem é o imaturo? Parabéns a Lucas, que pensou no time e não em sua situação pessoal, de jejum de gols.

Marcelo Alves Bellotti

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Patricios em festa! Lusa e Vasco em alta no futebol

A colônia portuguesa em São Paulo e no Rio de Janeiro está em festa. É certo dizer que hoje o Vasco não é somente um time de colônia, mas uma importante força no futebol brasileiro, mas também é correto dizer que ele nunca negou as suas origens.

Em São Paulo, o título da Portuguesa conseguiu emocionar a todos. Pelo querido Jorginho, técnico da Lusa que viveu um drama recentemente com a perda do filho em um desastre de moto, pela Portuguesa, que tem o respeito e o carinho de todas os torcedores comuns da cidade de São Paulo e principalmente pela campanha maravilhosa feita no acesso.

Ouvi hoje que a Lusinha foi campeã após mais de 38 anos depois de seu último título profissional. Fico triste quando ouço esse tipo de notícia mostrando o desconhecimento naquilo que se propôs a fazer, que é falar sobre futebol. A Portuguesa de Desportos foi campeã do Campeonato (profissional, é óbvio) Paulista da série A2 em 2007, em uma campanha igualmente fantástica comandada na época por Vagner Benazzi.

O Vasco segue impossível. Um time completamente desacreditado no primeiro turno do campeonato regional, sendo cogitada na época (absurdo) um risco de rebaixamento no campeonato regional do Rio de Janeiro.

Comandado brilhantemente por Ricardo Gomes e agora Cristóvão, o time não para de dar alegria ao seu torcedor. Após o final do jogo da última quarta-feira em São Januário, em um jogo válido pela Sulamericana, o Vasco novamente em ótima exibição classificou-se para a próxima fase da competição. Lembrei-me de uma triste imagem, de um torcedor que no auge da sua tristeza, subiu as marquises de São Januário com a intenção de tirar a própria vida, após o rebaixamento do Vasco. Graças a Deus, conseguiram demovê-lo de tal intenção. Mesmo sem ser vascaíno, gostaria de dedicar a vitória a ele. Deve estar muito feliz. Com razão.

Como diz o seu antigo Hino... Viva a Lusa, clube esportivo Mundial... Portuguesa de Desportos, orgulho do esporte nacional. E como diz o hino do Vasco... no futebol és o traço de união Brasil Portugal!!! 

Marcelo Alves Bellotti

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O Brasileirão segue... algum candidato a líder?

O campeonato brasileiro segue emocionante e nesse final de semana, após derrota de Vasco da Gama e Corinthians, a liderança do campeonato segue em aberto.  Os times que pleiteiam essa posição seguem jogando mal e a cada rodada, perdem chances de se estabelecer como líder e candidato ao título.

Nesse último domingo o Corinthians perdeu essa chance. Jogando um futebol abaixo da crítica, o time de Parque São Jorge foi derrotado pelo América-MG, que ocupa a última colocação no campeonato. O jogo, segundo a crônica "especializada" estava todo armado para a vitória do time paulista. O jogo foi realizado em território Mineiro, porém a diretoria do America reservou a maioria dos ingressos ao time paulista. Todos consideraram uma indecência, enquanto esse blog dizia que isso colocaria uma pressão enorme no time e que o América poderia parar o Corinthians.

Não podemos esquecer que o America possui apenas 5 vitórias nesse campeonato, em 22/05 contra o Bahia, em 07/08 contra o Fluminense, em 04/09 contra o Vasco, em 12/10 contra o Ceará e ontem contra o Corinthians. Como podemos observar, além do Timão, Fluminense e Vasco também foram derrotados pelo time Mineiro.

Restando apenas cinco rodadas para o final do campeonato, não podemos apontar um favorito destacado para o campeonato. Partindo para a análise simplesmente da tabela, a maior "vantagem" é do Fluminense que jogará 4 jogos no Rio de Janeiro. Apenas a definição da última rodada, pois é comum a CBF marcar todos os jogos para o mesmo horário e por conta das imbecilidades cometidas nos campeonatos passados, teremos dois clássicos no mesmo fim de semana no Rio de Janeiro, que podem definir o campeão Brasileiro, pois os quatro times do Rio encontram-se nas 5 primeiras posições.

No Rio temos somente o Engenhão e São Januário para a disputa desses jogos. Vai dar confusão. Estou avisando desde já!

Marcelo Alves Bellotti

Limeira em Festa... Galo é campeão

Chegou ao fim a segunda divisão do Campeonato Paulista de futebol. Apenas para explicar, a primeira divisão do Paulista é formada pelas séries A1, A2 e A3. A segunda divisão (quarto nível) é a série B.

O campeonato começou com 44 clubes divididos por regiões, até chegarmos a fase final. Para a fase final ficaram as equipes do Capivariano, Barretos, Portuguesa Santista e Olímpia de um lado e do outro Independente, Guaçuano, CAV e PC São Jose.

Desses clubes, subiram para a série A3 o Capivariano, o Barretos, o Independente e o Guaçuano. A decepção ficou por conta da Briosa de Santos. A Portuguesinha foi a dona da melhor campanha da segunda divisão mas não conseguiu sequer o acesso. Para a final ficaram as equipes do Independente e do Capivariano.

O Galo de Limeira venceu a sua partida ontem por 2 a 0 e garantiu o título, em seu estádio. A se lamentar a atitude imbecil de alguns jogadores do Independente que ao invés de comemorar o título, partiram para a agressão aos torcedores e depois para os jogadores do Capivariano. Aliás esse assunto é idêntico ao Fair Play... somente uma questão de educação!

Parabéns ao Independente! Legítimo campeão da Segunda Divisão (quarto nível) do futebol de São Paulo!

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 5 de novembro de 2011

Aviso a Praça: Time à Venda

Aos interessados, o time do Americana está a venda. O empresário Sony Alberto Douer anunciou que pretende se desfazer do time. Com a venda concretizada, a tendência é que o time mude novamente de cidade. Os atuais diretores negam, mas há conversas de bastidores que garantem o fato.

Antes do início da série B, o clube demitiu o seu principal executivo, o Sr. Ricardo Navajas e o diretor administrativo Roberto Camacho e o gerente de futebol Candido Neto. O elenco caro e a falta de público no estádio em Americana podem fazer o time realmente mudar de cidade.

Novamente teremos um time itinerante. O negócio futebol deve ser muito bem planejado, procurando evitar esse tipo de situação. Porém com a aprovação da Lei Pelé, que "liberta" o jogador de futebol das mãos malignas dos dirigentes de clube, possibilitam essa movimentação de clubes entre cidades.

O Time que hoje está na cidade de Americana hoje é uma sociedade Ltda, e como tal, tem que procurar uma sede que lhe possibilite pagar as suas contas e poder se manter competitivo no mercado do futebol. É claro que essas movimentações não trazem ao time, seguidores ou admiradores, pois não se sabe se o time vai continuar na sede por muito tempo.

Esses times apostam em boas campanhas em campeonatos de elite, pois o torcedor dos times grandes se sentirão atraídos para ver os jogos na sua cidade, não importando contra quem ele joga.

O pior é que existe a possibilidade da estrutura profissional da empresa de Sony Douer retornar a Guaratinguetá. Parece bizarro, mas é real. O principal "indicado" para intermediar o retorno da cidade é um dos fundadores dessa estrutura, Carlos Arini.

Enfim, são sociedades comerciais tomam as decisões que julgarem necessários, mas a atitude reforça o engano da Lei. Uma cidade acompanha o time provavelmente subir da série B para a série A, mas após isso o time vai embora. Lamentável...

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O líder e suas polêmicas

O Corinthians é líder novamente do Campeonato Brasileiro de 2011, em sua divisão de elite. Desde que começou o Campeonato, o time de Parque São Jorge e´o que mais tempo ficou na liderança, porém como todos os anos,quando se trata de Corinthians, sempre paira uma desconfiança de que tudo conspira a favor  para que o time seja campeão.

As razões são sempre as mesmas. A boa relação do atual presidente do time e a cúpula da CBF, que fizeram com que a abertura da Copa de 2014 fosse retirada do Morumbi e marcada para um estádio que sequer foi construída construída acirrou o ódio que o time alvinegro provoca em seus rivais.

Denúncias de investimento público no estádio, através de um financiamento do BNDES, que aliás, como Banco de Desenvolvimento e com o apoio do Governo Federal tem financiado a construção de arenas esportivas para o evento, acreditando que a Copa do Mundo de 2014 seja mais que somente um evento futebolístico, como pensam as minúsculas cabeças que militam na crônica esportiva.

Enfim, Copa do Mundo a parte, a polêmica do momento é a realização do jogo entre Corinthians e América-MG em Uberlândia. O America, já com 99% de chances de rebaixamento, resolveu transferir o jogo para um estádio maior, dentro do Estado de Minas Gerais, o Parque do Sabiá, em Uberlândia. Decidiu ainda que, dos 53 mil ingressos a venda, 40.134 estarão nas mãos de torcedores do time paulista e somente 12.866 estarão a disposição do time mineiro. Todos a um preço médio de R$40,00.

O interesse óbvio é de ter um estádio cheio e poder faturar mais dinheiro nessa reta final do time Americano na série A. A crônica paulista em verdadeiro "ataque de pelanca" como diz Ricardo Boechat, considera um absurdo. Para alguns, inclusive o time mineiro deveria ser punido. Não compartilho dessa opinião. Sei da dificuldade do time pequeno para pagar sua participação em uma série A do Brasileiro e quando os times partem para essa saída, a escolha não é técnica, mas puramente financeira. Em um ambiente altamente profissional, posso entender a escolha, embora não concorde. Acho que o América deveria jogar onde se propôs a jogar desde o começo do campeonato, mais perto da sua torcida.

O fato é que o América, a exemplo de Atlético e Cruzeiro estão sem estádio. O estádio Independência, de propriedade do Coelho, está em reformas e só ficará pronto em 2012, ano do centenário do time. Não tive o trabalho de pesquisar, mas não acredito que o time Americano levou mais torcida do que Flamengo, Vasco ou São Paulo nos jogos no Independência. Mas enfim, está estabelecida a polêmica. 

Lembro-me de um jogo em que o Parana Clube, se não me engano, disputou contra o Internacional de Porto Alegre em Cascavel, conhecido reduto gaúcho dentro do Parana. Não acredito em sã consciência que um presidente de clube faça isso propositadamente para perder um jogo. Apenas para aproveitar a fase para ganhar dinheiro. Pode parecer imoral de fato, mas é uma "imperfeição" do regulamento, que permite a transferência dos jogos para longe da cidade sede do clube mandante. 

Enfim, com toda essa pressão, é bem capaz que o América-MG consiga parar o Corinthians. Vamos ver!!!

Marcelo Alves Bellotti

Neymar na lista dos melhores do mundo

O menino Neymar foi indicado pela FIFA como um dos 23 indicados para receber o prêmio Bola de Ouro, agora em conjunto com a revista France Futebol.

Agora o jogador entra para uma seleta galeria de jogadores indicados para melhor do mundo jogando no Brasil. Em 2007, o Mito São paulino Rogério Ceni ficou em 27 no prêmio Bola de Ouro da France Futebol e em 2005 e 2006, o baixinho Romário foi indicado para o prêmio da FIFA. Lembrando que anteriormente eram dois prêmios distintos, a Bola de Ouro e o prêmio de melhor do Mundo FIFA .

Esse prêmio costuma privilegiar o talento em detrimento de qualquer outro destaque individual, por isso casos como o defensor Canavarro, ganhador do prêmio em 2006 são verdadeiras exceções.

Por essa razão, Neymar foi incluído entre os 50 melhores e foi confirmado entre os 23 que irão concorrer a esse prêmio. Isso modifica a forma do europeu analisar futebol e vem ao encontro de um dos possíveis legados da Copa no Brasil.

Acho que hoje, o menino está um degrau abaixo de Messi e Cristiano Ronaldo. Mas com certeza ele chega lá!!!

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 30 de outubro de 2011

Copa Paulista define seus classificados

A Copa Paulista, torneio que tem como primeiro objetivo dar a oportunidade dos times do interior de São Paulo que não estejam envolvidos em nenhuma competição nacional a colocarem suas equipes para jogar em nível de competição.

Outro atrativo é a vaga para a Copa do Brasil para o seu campeão. Pode parecer pouco, porém desse torneio saíram os campeões da Copa do Brasil de 2004 (Santo André) e de 2005 (Paulista).

O torneio paulista está em sua fase final e contará nesta fase com as equipes do São Bernardo, Linense, Ferroviária, Paulista, Velo Clube, Red Bull, Comercial e Audax (Ex Pão de Açucar).

Um desses representará os times de menor expressão em São Paulo no torneio nacional em 2012. Confira aqui a copa Paulista!

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Vasco se classifica... apesar de tudo

O Vasco parece ter voltado a ser realmente um time grande, que sempre foi e que estava adormecido nos últimos anos. O time amadureceu, muito por conta do título da Copa do Brasil. Time campeão é assim... parece que tudo dá certo.

O jogo Vasco x Aurora ia ser um grande teste, pois uma vitória ia afirmar o time no Campeonato Brasileiro. A classificação era difícil, pois o Aurora ganhou a primeira partida por 3 a 1. Mas já no começo o Vasco abriu o placar e mostrou a que veio. Gol sensacional de Bernardo, daqueles que faz o futebol valer a pena.


Porém aí começava a demostração de estupidez coletiva. Um gol perdido e a torcida do Vasco começa a massacrar o bom centroavante Alecsandro. Filho de Lela e irmão de Richarlysson, o atacante do Vasco não tem como perfil a perda de gols. Acredito que a torcida estava esperando o Elton no comando de ataque, mas deveria prestigiar seu atacante. Se não prestigiar, pelo menos não atrapalhe, enervando o time.

Mas felizmente o time não se abateu, Alecsandro se tornou o grande nome do primeiro tempo, com 2 gols e ao final o Vasco se classificou até com certa facilidade num placar histórico de 8 a 3.

Se pensarmos pelo título somente, é interessante ao time cruzmaltino um título em um campeonato sul americano. Porém se pensarmos que a grande vantagem da Sulamericana é a classificação à Libertadores da América, o torneio transforma-se em inútil para o time carioca.

Vai ser bom para mostrar o seu elenco e trazer a torcida para crescer junto com a equipe. Desde que demostrações como essas de hoje não se repitam.

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 23 de outubro de 2011

Corinthians x Inter - Decisão?? Pura bobagem...

Corinthians e Internacional fazem hoje um belo confronto valendo pelo Campeonato Brasileiro da série A em 2011. Em outros tempos, quando o ambiente que cerca o futebol era minimamente sadio, a promoção do campeonato era feita com o intuito de levar torcedores aos estádios. Hoje o que vale é apenas a audiência. Há algum tempo, foi popularizado o "papo de bar" onde o que vale é acirrar a disputa com frases de efeito e muita provocação, o que é incentivado é o confronto, seja nas arquibancadas, seja dentro de campo.

Seguindo essa linha, estão tentando transformar o confronto entre Corinthians e Internacional em uma guerra, sempre colocando a equipe de Paulista como a principal vilã. Daí não faltam comentários infelizes e insinuações do que ocorreu a favor do Corinthians e contra o Inter.

Lembram do jogo do Pacaembu de 2005, onde um erro do árbitro e a expulsão de um atleta do Inter. Após esse jogo foram disputadas mais algumas rodadas, porém o time de Porto Alegre não teve forças para alcançar a equipe Paulista, mesmo com a derrota do time paulista no último jogo, o Inter perdeu para o rebaixado Coritiba.

Outra decisão foi na Copa do Brasil de 2009, onde a diretoria do Inter apresentou um dossiê "comprovando" os erros de arbitragem a favor do time Paulista, após o gol que levou a vitória corinthiana no Pacaembu.

Tudo isso vem a tona nesse jogo, alimentado pela briga da audiência, pois "pilhar" torcidas de massa garante boas audiências. O que parece ficar distante dessa discussão é que erros de arbitragem ocorrem por todos os lados. A discussão está longe de ser razoável e o jogo de hoje não decide nada. Afinal o time gaúcho está distante 7 pontos do líder do campeonato, no caso, o Corinthians e ainda restam mais 7 rodadas para o final do campeonato.

Enfim... são os tempos modernos... é a nova maneira de se falar de futebol...

Marcelo Alves Bellotti

Futebol Internacional Milan e City se destacam

O domingo começou com resultados épicos nos campeonatos nacionais. No Espanhol, aconteceu o improvável. Messi perdeu um pênalti e o Barcelona apenas empatou com o Sevilla . O pênalti foi marcado devido a uma agressão do atacante de Mali Kanouté após provocação supostamente racista de Fàbregas aos 47 minutos do segundo tempo. Alheio a isso, o Real Madrid goleou  o Málaga por 4 a 0 com três gols de Cristiano Ronaldo.

No italiano, o Milan entrou definitivamente na briga pelo bicampeonato. Em uma partida épica, o time rossonero após levar 3 gols em 36 minutos, virou o placar e derrotou o Lecce por 4 a 3. O grande protagonista da virada foi Boateng, que entrou no lugar de Robinho e marcou três gols. O gol da virada foi marcado por Yepes. O time de Massimiliano Allegri já tem 11 pontos ganhos e ocupa o sexto lugar, a 4 pontos da líder Udinese.

O campeonato Inglês contou hoje um domingo histórico. O clássico da cidade de Manchester foi marcado por uma goleada de 6 a 1 do City sobre o United, que marcou definitivamente o time azul de Manchester como candidato ao título. Beneficiado pelo investimento de um milionário que não é oriundo da cidade, sequer é inglês, o Manchester City está se transformando de um time pequeno em uma grande estrurura mundial, a exemplo do Chelsea. Essa prática, de investidores milionários no futebol encontra abrigo na liga inglesa, mas está longe de ser modelo em qualquer lugar do mundo, pois seus investidores, via de regra, tem problemas em seus países de origem.

Esperamos que os campeonatos nacionais se inspirem nesse fim de semana cheio de gols, que premia os 71 anos do melhor jogador de futebol de todos os tempos, e marquem um domingo repleto de gols. Seria o melhor presente a Pelé.

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 22 de outubro de 2011

Federação Paulista de Futebol - Estranha reunião agita a sexta-feira

A semana foi agitada na Federação Paulista de Futebol. Além do anúncio das sedes e dos grupos da 43ª Copa São Paulo de Futebol Junior tivemos uma peculiar reunião envolvendo quatro clubes que atualmente disputam a série A3 e que podem ser "promovidos" a série A2 em 2.012.

Sobre a Copa São Paulo: nada de novo com relação as sedes, a maioria nas imediações de Campinas que atualmente se mostra uma região economicamente próspera, adequada não só com estádios, mas estruturalmente receber delegações de todo o Brasil para o evento.

Mas o assunto que causou espanto foi a convocação do Presidente da entidade sr. Marco Polo Del Nero aos presidentes da Inter de Limeira, Taubaté, Juventus e XV de Jau para informá-los que estes clubes podem ocupar o lugar da Penapolense, Santacruzense, São Carlos e Velo Clube.

Esses últimos não estão cumprindo o regulamento da competição para 2.012 que prevê um estádio com capacidade superior a 15.000 pessoas. Nenhum dos clubes citados possui um estádio com essa capacidade, ao contrário das equipes convocadas  para assumir o lugar de quem foi tecnicamente superior na última temporada.

Regulamentos estão aí para serem cumpridos. Até aí, a FPF está com a razão. O que causa espanto é a convocação dos clubes interessados nas vagas ao invés dos clubes promovidos. Há um problema com os estádio dos clubes recém promovidos e a FPF não da aos envolvidos, a voz necessária para as suas explicações. Ao mesmo tempo a mesma federação não se opôs a "validar" o estádio do Monte Azul, por exemplo e fez vistas grossas com o Rio Branco que atuou todos os seus jogos em 2010 fora de seu estádio.

Aliás, não entendo qual o motivo para a exigência de um  estádio de 15.000 lugares para a disputa da A2, onde a média de publico não chega a 10.000 pessoas. Ao usarmos o rigor da Lei, o que faremos por exemplo com a cidade de Santo André, que teve o seu estádio parcialemte demolido e cuja capacidade não chega a 8.000 pessoas?

A cada ano, o Campeonato Paulista começa com vários estádio interditados e/ou liberados parcialmente e nenhum clube se vê impedido de participar do certame. Essa a razão de se estranhar essa reunião. Vamos cumprir o regulamento? Sim... para todos!!!

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Árbitros à Brasileira

Eles estão virando o motivo principal de tudo o que há de errado no futebol moderno. Chamados de juízes na realidade são os árbitros que comandam um espetáculo de futebol. Hoje a televisão acaba com o trabalho de qualquer profissional.

Aliás essa é a maior discussão do momento. A profissionalização dos árbitros. Muitos pontos a favor e pouquíssimos pontos contra. Mas a grande discussão que pode formar verdadeiramente a opinião sobre esse assunto é... quem paga essa conta?

Hoje, muito se fala dos dirigentes que vetam árbitros nos seus jogos, que é um absurdo e que não tem cabimento. Mas pelo que posso perceber na realidade do futebol de hoje é legítimo. Sim, pois a responsabilidade de pagamento do quarteto de arbitragem é do time mandante. O cara vem na sua casa, erra, faz e desfaz e o dirigente ainda tem que pagar pelo serviço. Aliás paga-se até por árbitros na categoria de base, onde não se cobra ingresso.

Árbitros profissionais serão profissionais Liberais? Quem será responsável pela escala? E pelo pagamento? Se caso for de acordo com o modelo atual, os árbitros serão cada vez mais "caseiros" e subservientes aos times de maior poder aquisitivo. Pois nessa hora, o que interessa e sempre interessou é o poder de influência para ser escalado. Aí é melhor estar "de bem" com os grandes e garantir escalas.

Quando tiramos as idéias brilhantes e a prova de erro do papel e tentamos colocar em prática, descobrimos que para ser verdadeiramente profissional, o plano de profissionalização da arbitragem deve ser discutido, planejado e muito bem conduzido para resguardar os interesses de quem defende a prática como uma melhoria para o futebol mundial. Isso não pode ser feito por uma canetada. Dessa maneira está fadada ao fracasso, como a história do sorteio que a Lei brasileira inventou para o esporte nacional.

Marcelo Alves Bellotti

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Paulistas em crise no Brasileirão

O campeonato Brasileiro de futebol na série A mostra Paulistas e Cariocas nas primeiras colocações, sugerindo que o campeonato trata-se de um grande Rio-SP. Porém após uma análise detalhada da situação dos clubes paulistas podemos concluir que a situação dos times em São Paulo é complicada.

São Paulo demitiu o seu técnico. A situação do tricolor é complicada. Mesmo nas melhores jornadas, o time não apresentou um futebol do tamanho da qualidade do seu elenco. O tricolor paulista demonstra erros de planejamento e falta de uma qualidade do meio campo.

O Palmeiras mergulhou em uma crise que aponta para a maior de sua história grandiosa. O Alviverde não consegue apresentar um futebol minimamente qualificado, o elenco parece rachado e o treinador não consegue se impor, nem perante ao elenco nem perante a diretoria.

No Corinthians a mesma rotina de sempre. O time lidera o campeonato e tem a sua diretoria questionada judicialmente, com ameaças de prisão e denúncias de todos os cantos. A construção do estádio em Itaquera gera uma polêmica e ódio a todos os demais torcedores da capital.

O Santos... com um presidente que beira a loucura, que afirma ter os dois principais jogadores do futebol mundial, o time se retirou da competição completamente para a disputa do Mundial de Clubes da FIFA. Não consegue uma boa apresentação da sua equipe há vários jogos.

Assim caminha o futebol dos times paulistas. Se o Corinthians descuidar-se, teremos 4 times cariocas para a libertadores.

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 15 de outubro de 2011

Milan vence na volta de Robinho

O time do Milan retomou o caminho das vitórias e sobretudo do bom futebol. Hoje a tarde o time Rossonero derrotou o fraco time do Palermo pelo placar de 3 a 0 no San Ciro. O resultado trouxe de volta a disputa o time do Milan, último campeão Italiano.

Valeu pela primeira partida de Robinho nessa temporada. O jogador brasileiro estava afastado por uma contusão e retornou ao time hoje. Fez um belo jogo e foi compensado com um gol. O ataque hoje formado por Cassano, Ibrahimovic e Robinho não tomaram conhecimento da defesa do Palermo.

Mas o fantasma dos jogadores contundidos ainda assusta o Milan. O Brasileiro Thiago Silva teve que sair contundido e preocupa para os próximos jogos, especialmente para a Champions League.

Os gols do Milan foram marcados por Nocerino, Robinho e Cassano. Destaque também ao atacante Stephan El Shaarawy, que apesar do nome é italiano, que entrou no Milan no lugar de Cassano que pediu para sair.

Marcelo Alves Bellotti


Neymar - Encrenca e Polêmica.

Final de rodada, comecei a praticar meu esporte predileto... a análise da rodada começando pelos jogos que eu não vi. Comecei como sempre conversando com os amigos sobre os seus respectivos times. Comecei sacaneando o amigo Fagner, santista fanático, sobre a derrota do Santos para o Atlético-MG.

Porém a análise foi superficial... comentamos apenas a derrota do Santos. Depois fiquei sabendo que o Neymar havia sido expulso... comentei com o Fagner, a conclusão normal é de que ele apanha bastante, se joga muito e que devia ter reagido a alguém que tivesse chegado mais junto.

Comentou-se até do jogo do Brasil, pois o menino levou um cartão amarelo após desferir o segundo tapa na cara de um mexicano. Com certeza Neymar deveria ser mais "malandro" ao tratar desse tema. Recentemente foi vaiado por um estádio inteiro na Inglaterra, após simular um pênalti.


Quando vi a imagem na televisão do lance da expulsão do menino confesso que eu fiquei triste. Acompanho o menino desde a base do Santos, sempre tive o prazer de vê-lo jogar. Mas o que parece é que ele não aprende mesmo. A imagem dele aplaudindo o árbitro da maneira como aconteceu deixa claro que o menino ainda não cresceu.

Lembrei de que Juventude e Maturidade são diferentes fases da vida. Se Neymar tivesse a maturidade de um Romario ou Ronaldo por exemplo, ele seria o grande gênio do momento. Mas como diz o ditado: Deus não dá asa a cobra.

Neymar conseguiu revoltar a todos os que estavam no campo, inclusive o seu técnico, que passou-lhe uma descompostura ainda no campo de jogo. As notícias dão conta de que Neymar chorou muito e surpreendeu a todos, quando os repórteres mineiros reclamavam da truculência dos seguranças do time do Santos, o menino foi até os repórteres pedir-lhes perdão.

Sim, pois Neymar é um menino bom! Acho que as vezes falta a quem o critica, colocar-se no lugar dele e entender que são somente 19 anos e muito talento.

Vê se aprende e para de se meter em encrenca, menino!

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Brasil - Vitória não esconde nada!

O Brasil nesta noite de terça feira derrotou o México pelo placar de 2 a 1 de virada. O mais desavisado pode dizer que as vitórias encobrem tudo, até as péssimas atuações. Mas esse não é o caso da Seleção Brasileira. Depois de muitas batalhas políticas dentro da FIFA, com várias denúncias e muita desconfiança do povo, a CBF conseguiu trazer a próxima Copa do Mundo para o Brasil.

Seu presidente pregou uma renovação. Chamou para comandar essa renovação o técnico Mano Menezes. Um equívoco que parece que não será arrumado a tempo de disputarmos a Copa. Mano definitivamente não é o técnico adequado para a seleção Brasileira.

Aos poucos o resultado vem chegando. Uma vitória aqui, outra ali sempre dependendo dos talentos individuais, que pouco a pouco vão ficando cada vez mais escassos. Os heróis de hoje são reconhecidamente talentos do futebol. O lateral Marcelo, titular do Real Madrid não tem dificuldades para vestir a camisa amarela. Com Ronaldinho Gaúcho a situação não é diferente. Mesmo sem um futebol empolgante, foi decisivo com um gol de falta.

Porém o futebol da seleção é uma catástrofe! Jogamos como time pequeno, o time toca, troca, toca, toca, toca e não cria nada... Gols! Apenas de contra-ataque... não dá pra entender qual a razão dessa seleção não mostrar um futebol que dela se espera. Podemos até perder os jogos, mas o time não consegue levar a bola da defesa para o ataque.

Mano está aprendendo a lidar com o cargo e com a pressão de ser técnico da seleção. E da pior maneira... não demonstra estar afeito com essa pressão e invariavelmente coloca tudo a perder. O time é fraco, mal montado e mal escalado. Não consegue mostrar padrão ou nada que justifique ser essa a seleção brasileira.

Culpa do Mano? Claro!!! de quem seria... minha?? Sempre o comandante é o maior culpado por aquilo que acontece com todos os seus comandados. E não venham com esse papo de que ele não entra em campo... 

Mano vai se fixando no cargo, a custa de uma pseudo renovação. E vamos nós!!!

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 9 de outubro de 2011

Calendário - Eterna briga

Ouço cuidadosamente opiniões sobre os problemas apresentados pelo calendário brasileiro para os clubes de maior investimento no futebol. Invariavelmente as opiniões são emitidas sem conteúdo, sem o pensamento no futebol enquanto negócio, apenas prevalecendo um pensamento elitista de campeonatos regionais cada vez mais enxutos.

É um erro achar que o Campeonato Regional atrapalha o desenvolvimento do clube na temporada. Os regionais tem uma importância muito grande para que o futebol seja um esporte nacional. Sim, pois se o grande público torce para Corinthians, Flamengo, São Paulo, Vasco, etc... o que dizer de centros como Cuiabá, Belém, Campo Grande, Goiânia...

É evidente que mesmo nesses centros, a grande preocupação seja para os grandes clubes brasileiros, mas a longo prazo, se não cuidarmos do negócio futebol, ele gradualmente será substituído por outros investimentos igualmente rentáveis e que mobilizem a cidade. Temos como exemplo, o Volei, o Futsal, o basquete, enfim... o torcedor do time grande é identificado com a sua cidade e precisa ter um time que personifique essa ligação, que faça com que o futebol não morra.

Nesse sentido, o fim dos regionais pode a longo prazo matar o futebol. Por isso, a proposta é que os grandes se retirem do futebol regional. Se não é economicamente viável, que o Regional continue sem a participação dessas equipes. Que para eles, o regional seja uma categoria de formação, com times sub20 e que deem a oportunidade dos clubes pequenos possam voltar a ser formadores de grandes jogadores.

A grande solução do futebol passa longe da transformação em esporte de elite, e muito perto do orgulho regional que o brasileiro tem. Clubes grandes... retirem-se dos regionais. Deixem-o para quem tem ambição de vencê-lo. Continuem formando seus jogadores através desses torneios.

Essa é a minha contribuição!

Marcelo Alves Bellotti

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Mario Fernandes diz não a Mano. Qual a consequência?

Para a surpresa de todos, seja o técnico Mano Menezes, seja o presidente do Grêmio seja o seu próprio agente, o jogador Mario Fernandes de apenas 20 anos, jogador do Grêmio de Porto Alegre, após ser convocado pelo técnico da Seleção Brasileira para os jogos do Superclassico das Américas, simplesmente disse não à convocação.

O mais incrível é que até agora, os motivos da recusa não ficaram muito claros. A Assessoria de Imprensa do jogador (quanta marra... 20 anos e tem assessor de imprensa... enfim, tempos modernos) disse que o jogador sofre de "problemas pessoais responsáveis por uma alta carga de estresse".

Um pouco antes da justifica em seu twitter com a frase "Estou focado no Grêmio, o Tricolor é a minha vida no momento, abraço a todos". Não consigo ver as razões que realmente levaram o jogador a tomar essa atitude.

A atitude não parece ter sido muito bem digerida nem pelo técnico da seleção Mano Menezes, nem pela CBF. A entidade liberou o atleta, porém em seu comunicado deu a entender que o futuro do garoto é incerto ""Mano Menezes diz que respeita os motivos abordados pelo jogador, mas ressalta que considera não serem os mesmos suficientes para futuras decisões envolvendo a seleção brasileira"".

As implicações desse ato, só o tempo vai dizer... os fatos estão colocados e o julgamento é de quem lê. A atitude do atleta não me parece certa, mas só ele pode saber o que se passou. Vai arcar com as consequências da sua "personalidade forte"!

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 2 de outubro de 2011

Felipão e Lei do silêncio! E o Palmeiras se afunda!

O Palmeiras ontem novamente não passou de um empate contra o America-MG e chegou ao decimo terceiro empate no campeonato e está em oitavo lugar. Em campo, o time mostrou que continua dependente de Marcos Assunção, sempre eficiente nas bolas paradas.

Novidade no time de Felipão? Se lembrarmos do time do Palmeiras campeão da libertadores, as jogadas eram baseadas nos cruzamentos e nas bolas paradas do ótimo lateral paraguaio Arce. Felipão prova que essas jogadas podem levar ao sucesso de um time na temporada.

O problema do Palmeiras de hoje são as pessoas. A cada resultado negativo, a coisa desanda. A defesa reclama do ataque, que não prende bola e o ataque reclama da defesa, que toma gols bobos. Esses comentários estão sempre gravitando entre Marcos e Kleber, que ao se dizerem Palmeirenses de coração, desandam a reclamar publicamente de seus companheiros, esquecendo-se que dependem deles para alcançar suas vitórias, sejam pessoais ou não.

Qual a solução encontrada? Silêncio! Felipão determinou que dentro do clube os atletas não dariam mais entrevistas a imprensa. A forma encontrada pode fazer com que o elenco se acalme e que se concentre mais dentro de campo. Logico que a forma é estúpida e quase sempre não termina bem.

Já não é a primeira vez que Felipão toma essa atitude dentro do clube nesse seu retorno. O problema maior é que para resolver o problema, Felipão deve confrontar três ídolos do clube, pela ordem Marcos, Valdívia e Kleber, que além de detonar dirigentes, virou sua metralhadora para os seus companheiros.

O melhor é que Felipão conseguiu o que queria. O foco agora é a lei do silêncio e não a péssima produção do time alviverde. É preciso nessa hora ter a visão nas entrelinhas e não se deixar pautar pelo treinador. Mas pelo que parece, o foco tem que ser a Lei do Silêncio.

Enquanto isso... o torcedor sofre. Não deixa de comparecer aos estádios e tem a esperança que algo vai mudar. Pobre torcedor!

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 1 de outubro de 2011

Marcelinho Carioca continua agitando no futebol

Marcelinho Carioca retorna ao futebol paulista como dirigente. E ao contrário do que se possa imagina, não foi no Esporte Clube Santo André e sim no América de São Jose do Rio Preto. Marcelinho apoiou Alcides Zanirato e ajudou a condução do dirigente ao cargo de presidente do America, que já ocupa esse cargo desde 2005.

Marcelinho chega com o investidor Edimilson Fonseca de Macedo para um projeto ambicioso... trazer o Mecão de volta a elite do Paulistão em 2013. Para isso já se cogita a chegada de Sandro Gaucho no comando técnico.

O investimento chegaria a soma de R$800 mil e contaria também com a instalação demais um centro de excelência de futebol semelhante ao que Marcelinho já possui em Atibaia para São José do Rio Preto. A notícia dá conta que o contrato de parceria será de cinco anos.

Marcelinho tem planos políticos claros e estamos muito próximos a eleição municipal. Alcides Zanirato é um político antigo na cidade, vejamos a movimentação do América, que amagou dois rebaixamentos nos últimos dois anos, para ver se as intenções do ex atleta serão positivas ou não.

Em sua passagem pelo Esporte Clube Santo André como atleta e dublê de dirigente, juntamente com Romualdo Magro Junior tiveram méritos e erros e ajudaram o time ao acesso a divisão de elite do Campeonato Brasileiro em 2009. Porém o insucesso nas eleições de 2010 o afastou do grande ABC. 

Ao lado de Dimas que já investe no Oeste de Itápolis, Marcelinho terá a oportunidade de começar um trabalho praticamente do zero. Vai anunciar a equipe que comandará o futebol e o técnico, para a preparação do próximo Paulistão.

Vamos ver no que isso vai dar!

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Seleção do povo?

Brasil e Argentina retornam a campo para a disputa da antiga Copa Rocca. A novidade é o regulamento, que obriga as seleções a contarem apenas com jogadores que jogam nos campeonatos Brasileiro ou Argentino.

Melhor para a Argentina, que pode contar com nomes como Montillo e Ginanzu.  Eu não consegui entender a não convocação do volante Willians, ex Santo André e atualmente no Flamengo, maior ladrão do campeonato brasileiro.

O mais estranho é que as revelações que brilham no futebol brasileiro, como é o caso de Ronaldinho, Lucas e Neymar, não conseguem levar o Brasil as vitórias, ou pelo menos a atuações minimamente convincentes.

O trio faz sucesso nos clubes de origem, mas parece que juntos não brilham.

Mas mesmo assim o jogo promete. Vamos aguardar.

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 10 de setembro de 2011

Neymar - Eterna Polêmica

Neymar é craque. Disso eu não tinha dúvida desde a base. Ele é especial, sabe tocar a bola, dribla muito e faz gols.

Tem as suas imperfeições? seus defeitos? Claro... Isso todos temos. Ainda mais um menino tão novo em um futebol competitivo.

Entre os seus defeitos, o menino gosta de se jogar... isso é natural pela pouca idade!

O que tenho notado é que existe uma dualidade nas opiniões. Os que são contra, são exagerados, em um sentimento que beira ao ódio... Os que são a favor, simplismente acham que trata-se do jogador mais caçado do futebol brasileiro.

É interessante verificar como a opinião dos técnicos mudam de acordo com o seu interesse, como a do Muricy hoje logo após o jogo do Santos contra o Cruzeiro.

O fato é que o time do Cruzeiro teve dois jogadores expulsos por conta de lances com o menino. Fabricio o agrediu enquanto o zagueiro que ia tomando uma carretilha levou um amarelo totalmente injustificado.

Neymar é esperto. Sabe como e quando comanda a arbitragem no Brasil. Faz o que bem entende com os árbitros, como fez hoje na primeira expulsão. O lance foi normal, revendo depois chegia a duvidar se realmente foi falta.

No final do jogo, Muricy bradou aos quatro cantos que agora a imprensa que tanto criticou o menino, deveria agora estar do lado dele, que já não cai mais, a seu pedido e que continua sendo caçado.

Não é verdade. Neymar continua se jogando. Muricy não tem essa capacidade nem esse mérito. O menino deu uma boa melhorada, e deve sim é parar de ser perseguido.

Em lances que ele se jogar, como aconteceu hoje... é só não marcar falta. Não podemos nos esquecer que, com a camisa do Brasil em Londres, Neymar foi vaiado PELO ESTÁDIO INTEIRO, por se jogar simulando faltas e pênaltis.

Será que isso foi influência da crônica esportiva??? Pura bobagem.

O tempo vai faze-lo agir de acordo com a situação. Na Inglaterra, jogue como os Ingleses, onde quase nada é falta. Na Europa, porte-se como Europeu, não reclamando de árbitros nem discutindo com técnicos ou companheiros de equipe. Na Libertadores, jogue sabendo que vai apanhar e bater, que sofrerá pressão e tudo mais.

Isso virá com o tempo. O menino é craque e vai aprender.

E ainda vai nos dar alegrias... é só esperar!

Marcelo Alves Bellotti