Playlist

sábado, 12 de maio de 2012

Mano convoca seleção para amistosos...

O técnico da Seleção Brasileira da CBF, Mano Meneses convocou na tarde dessa sexta feira vinte e três jogadores para a realização de quatro amistosos entre o final de Maio e o começo de Junho, contra as seleções da Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina.

Antes da convocação, o cacique de plantão na CBF, sr. José Maria Marin, abriu os discursos explicando que o fato de ter solicitado a lista de convocados 48 horas antes não significa que ele teria interferência na convocação de qualquer atleta na seleção. "Tomei conhecimento antecipado dos nomes que seriam convocados, mas esta lista permanece intacta".  Disse ainda que o mesmo valia sobre a sua opinião pessoal sobre Ronaldinho Gaúcho. 

A declaração foi endossada pelo técnico Mano Meneses, que em mais um de seus momentos infelizes disse: "Foi uma solicitação do presidente em uma conversa absolutamente normal. Só queria saber a relação antes da imprensa. É um direito que ele tem. Ou vocês acham que os outros presidentes da CBF ficaram sabendo da relação por vocês? No Banco Central, por exemplo, o (ex-presidente do banco) Henrique Meirelles baixava os juros sem comunicar antes o (ex-presidente da República) Lula?"

Vamos fazer uma reflexão do que eles disseram. Se realmente é um procedimento normal (e isso parece ser óbvio) a apresentação da lista ao presidente 48 horas antes, qual a razão de se tornar pública essa solicitação? Ora, se o procedimento é habitual e já estava sendo feito, não havia necessidade da afirmação pública! 

Ao analisarmos a declaração, fica a impressão de que há um recado implícito deixando claro na relação de poder, quem dará as ordens na CBF. E o recado parece não ter o técnico como endereço, mas sim o diretor de seleções.

Mano foi infeliz, mas tinha absoluta razão no que disse... Imaginemos se o Meirelles decide baixar a taxa de juros em dois pontos percentuais, cedendo a uma pressão da oposição a política de juros do planalto. Imagine que ele envie essa proposta dois dias antes para o Lula? No mínimo, Lula ia pessoalmente cuidar para que isso não ocorresse, mesmo que tivesse que demitir o próprio ex-presidente do Banco Central. Obviamente, Meirelles não faria nada que não fosse ao encontro do pensamento político do seu presidente, como não fez. Assim, seguindo esse raciocínio, Mano não convocou Ronaldinho.

Mano convocou exatamente dentro de sua coerência, obedecendo a lista dos 52 nomes pré-convocados para a olimpíada. Por essa razão, não podemos nos espantar com a presença de tantos nomes desconhecidos em uma convocação. A pompa é de seleção principal, mas a essência da convocação é para a seleção Olímpica. Seguem os nomes:


Goleiros: Jefferson (Botafogo); Neto (Fiorentina-ITA) e Rafael (Santos) 

Laterais: Daniel Alves (Barcelona-ESP), Alex Sandro (Porto-POR), Danilo (Porto-POR) e Marcelo (Real Madrid-ESP) 
Zagueiros: Bruno Uvini (Tottenham-ING), David Luiz (Chelsea-ING), Juan (Internazionale-ITA) e Thiago Silva (Milan-ITA) 
Meio-campistas: Casemiro (São Paulo), Paulo Henrique Ganso (Santos), Giuliano (Dnipro-UCR), Lucas (São Paulo), Oscar (Internacional), Rômulo (Vasco) e Sandro (Tottenham-ING). 
Atacantes: Alexandre Pato (Milan-ITA), Hulk (Porto-POR), Leandro Damião (Internacional), Neymar (Santos) e Wellington Nem (Fluminense)


Ao compararmos com a lista dos 52 nomes, veremos que todos constam em sua lista. Daqui em diante, por coerência, todas as convocações tem que seguir esses nomes. Reparem que não temos os nomes de Kaka ou Ramires, o que indica que eles não serão convocados para a Olimpíada.


Veja a lista com os jogadores divididos por posições (em negrito, aqueles com mais de 23 anos):


Goleiros
Diego Alves (Valencia) – 26 anos
Gabriel (Cruzeiro) – 19 anos
Jefferson (Botafogo) – 29 anos
Júlio César (Inter de Milão) – 32 anos
Neto (Fiorentina) – 21 anos
Rafael Cabral (Santos) – 21 anos
Renan Ribeiro (Atlético-MG) – 21 anos



Laterais
Adriano (Barcelona) – 27 anos
Alex Sandro (Porto) – 21 anos
Daniel Alves (Barcelona) – 28 anos
Danilo (Porto) – 20 anos
Fágner (Vasco) – 22 anos
Gabriel Silva (Novara) – 20 anos
Galhardo (Flamengo) – 20 anos
Marcelo (Real Madrid) – 23 anos
Rafael (Manchester United) – 21 anos



Zagueiros
Bruno Uvini (Tottenham) – 20 anos
David Luiz (Chelsea) – 24 anos
Dedé (Vasco) – 23 anos
Juan (Inter de Milão) – 20 anos
Lucas Mendes (Coritiba) – 21 anos
Luisão (Benfica) – 31 anos
Marquinhos (Corinthians) - 17 anos
Romário (Internacional) – 19 anos
Thiago Silva (Milan) – 27 anos



Meio-campistas
Allan (Vasco) – 21 anos
Bernard (Atlético-MG) – 19 anos
Casemiro (Sâo Paulo) - 20 anos
Douglas Costa (Shaktar Donetsk) – 21 anos
Elias (Sporting) – 26 anos
Elkeson (Botafogo) – 22 anos
Fernandinho (Shakhtar Donetsk) – 26 anos
Fernando (Grêmio) – 20 anos
Paulo Henrique Ganso (Santos) – 22 anos
Giuliano (Dnipro) - 21 anos
Hernanes (Lazio) – 26 anos
Lucas (São Paulo) – 19 anos
Oscar (Internacional) – 20 anos
Philippe Coutinho (Espanyol) – 19 anos
Rômulo (Vasco) – 21 anos
Ronaldinho Gaúcho (Flamengo) – 31 anos
Sandro (Tottenham) – 22 anos



Atacantes
Alexandre Pato (Milan) – 22 anos
André (Atlético-MG) – 21 anos
Dudu (Dínamo de Kiev) – 20 anos
Henrique (Granada) – 20 anos
Hulk (Porto) – 25 anos
Jonas (Valencia) – 27 anos
Leandro Damião (Internacional) – 22 anos
Neymar (Santos) – 20 anos
Wellington Nem (Fluminense) – 20 anos
Willian José (São Paulo) – 20 anos


Marcelo Alves Bellotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário