Playlist

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Corinthians 8 vezes Campeão!

O Corinthians conquistou o seu oitavo título da Copa São Paulo de Futebol Junior hoje pela manhã no estádio municipal Paulo Machado de Carvalho no Pacaembu. Corinthians e Fluminense fizeram uma final emocionante.

O Fluminense começou bem melhor, porém a posse de bola era mais do time paulista. O forte calor das dez da manhã atrapalhou muito o bom futebol das duas equipes tecnicamente, o que sobrou foi disposição e raça dos jogadores.

Foram 30 gols marcados e apenas dois gols sofridos e 100% de aproveitamento. Se o futebol não foi um primor, a campanha é irrepreensível.

Parabéns ao Corinthians, inclusive pela mentalidade do seu treinador, frisando que o que deixaria mais contente era o fato de que vários jogadores serão aproveitados pelo timão. O bom é que essa geração já começa bem com um título importante, talvez o mais importante da sua categoria.

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 22 de janeiro de 2012

Começou a chiadeira dos regionais

Inicio dos campeonatos regionais e começam as reclamações, sobretudo da mídia do calendário e do excesso de jogos dos seus times queridos em detrimento de outros clubes. Um verdadeiro absurdo. Critica pela critica, justificando apenas que o pequeno deve continuar a ser pequeno, alias, não deveria nem existir.

Confundem tudo e tratam as causas do problema como o próprio problema, gerando um diagnostico errado e em momento nenhum observo vontade de resolver problemas. Somente a ira aos times de menor expressão, que não levam publico aos estádios. Que fazem com que seus times viagem longas distancias para jogar com eles.

Quem me acompanha nesse espaço sabe o que defendo... Os grandes participam do regional (que seria muito mais produtivo sem eles) com estruturas sub 20, com técnicos específicos. Enquanto isso, os medalhões treinariam e se preparariam para envergonhar seus torcedores em torneios sul-americanos, como no ano passado que, exceto o Santos logicamente pois foi o campeão, todos os times brasileiros passaram por autênticos vexames na Libertadores. O Santos deixou o vexame para o fim do ano, no Mundial de clubes.

O melhor jogo da primeira rodada foi Comercial e Linense, e assim serão por todo o campeonato, tirando os clássicos, a expectativa são de jogos modorrentos envolvendo os times grandes e sempre a mesma desculpa em caso de empate ou vitoria contratos times menores... Falta de tempo de pre temporada.

Marcelo Alves Bellotti

Paulistao A1 Destaques do Sábado

Começou o Paulistão. E com ele a constatação de como e difícil ser pequeno nesse campeonato onde as arbitragens parecem confirmar a diferença de tratamento que será dado as equipes. No Pacaembu, uma expulsão injustificável levou o time do Mirassol de vencedor a vencido. No final, com um jogador a mais e jogando em sua casa, o time grande venceu.

O Guarani derrotou o Oeste de virada, Santos e XV empataram, mas o grande destaque da rodada foi o jogo entre Comercial e Linense. Em um gramado super desfavorável, que já tinha sido castigado pela disputa da Copa São Paulo e com a chuva, estava impraticável e não permitia uma partida de futebol.

Mas os clubes não se importaram com isso, ao contrario, jogaram como se fosse a ultima partida do campeonato e o resultado mostrou isso. Um jogo diferente, com quatro pênaltis marcados e a expulsão dos dois goleiros, proporcionar no final a vitoria do grande Elefante da Noroeste pelo placar de 4 a 3 em pleno estado Francisco de Palma Travassos.

O jogo em Ribeirão Preto não foi um primor na parte técnica, mas mostrou duas equipes com espirito de vencedores e como sempre, mostrou que o time da Linense não se entrega fácil. Ótimo jogo que indica um ótimo campeonato. Outro destaque foi a ótima apresentação do Ituano contra a estrutura profissional itinerantes que colocou a sua sede em Guaratinguetá.

O time de Itu venceu pelo placar de 3 a 0 e lidera provisoriamente o Paulistão. Amanha teremos as estreias de São Caetano e de Ponte Preta, muita expectativa para bons jogos.

Marcelo Alves Bellotti

sábado, 21 de janeiro de 2012

Paulistão começa hoje!

Acabou a moleza... Tem início hoje a temporada do Paulistão 2012 na série A1, primeiro nível. Para quem E não está habituado, segue uma explicação: O campeonato Paulista da Primeira divisão é dividido nas séries A1, A2 e A3. Essa nomenclatura vem desde 1991, para que fosse possível limitar o número de clubes no primeiro nível do campeonato sem que houvesse rebaixamento.

Nesse ano, por sinal, o São Paulo disputou a série A2, mas uma manobra no regulamento permitiu que houvesse o cruzamento entre as séries na fase final, possibilitando a São Paulo, Inter de Limeira e Santo André que participassem da fase final do campeonato.

Então, como as três séries formam a primeira divisão, costumo tratá-las como primeiro, segundo e terceiro nível, tratando a Segunda Divisão como quarto nível do futebol Paulista.

Esse Paulistão tem alguns destaques, como a ascensão da Portuguesa, sobretudo na mídia após campanha exemplar na série B, a Ponte Preta, que igualmente disputará a elite do futebol nacional também promete força nesse campeonato. Uma estrutura profissional itinerante que estava em Americana retorna a Guaratinguetá e a grande expectativa é quanto aos tradicionais Comercial e XV de Piracicaba.

E os clubes chamados grandes? Esses clubes tem a OBRIGAÇÃO de se classificarem, pois espalham aos quatro cantos que o campeonato é Paulistinha e não vale nada. Pois bem, eles que se resolvam. Não destaco nada, a não ser a obrigação de que se classifiquem entre os oito e que ganhem o seu jogo único. Qualquer resultado que não seja este, será pífio.

Defendo há pelo menos dois anos, que os clubes grandes tenham que, pelo regulamento, disputarem o campeonato com jogadores até 21 anos de idade, com a permissão de três jogadores acima dessa idade. Essa medida poderia motivar as equipes e as suas torcidas a irem aos estádios, para verem as revelações do seu time.

Mas a Federação Paulista paga (e muito bem) para que os times se apresentem com suas equipes principais. E como presidente de clube não rasga dinheiro... ninguém tem a solução. Sobram as críticas... mesmo assim, o Paulistão de todos os níveis será destacado nesse espaço. Aguardem!

Marcelo Alves Bellotti

domingo, 15 de janeiro de 2012

Rivaldo x Muller... Discussão besta

Acompanhei a discussão sobre o que disse o Muller a respeito do Rivaldo jogar no futebol africano e depois a resposta indignada do ex jogador do Sao Paulo e da seleção brasileira a respeito do assunto.

Nem iria me posicionar, pois considero um assunto menor, mas vi que o Ronaldo se pronunciou meio que apoiando a indignação do Rivaldo.

Na minha opinião, o Muller e um comentarista contratado pelos canais Sportv para emitir a sua opinião sobre futebol. O Rivaldo e uma personalidade desse esporte, e normal que não só o Muller, mas que os comentaristas esportivos dêem sua opinião a espero de um jogador campeão mundial.

Acontece que Rivaldo, como a grande maioria dos jogadores de futebol, não esta preparado para sequer ouvir criticas e não sabe como lidar com elas. Opiniões são opiniões e devem ser feitas de maneira a não ofender a pessoa, mas se limitar ao profissional. Desde que Rivaldo saiu da Itália, após uma pífia passagem pelo Milan, ele tornou-se um jogador sem brilho e passou a buscar mercados alternativos onde seu futebol ainda pode se sobressair. Ou seja, e um ex jogador em atividade.

Se ele ainda não viu isso e continua se prestando a esse papel, de jogar em países onde o futebol jogado e de nível discutível(no mínimo), realmente como disse Ronaldo e problema dele e de sua família.

Ao cronista cabe falar que o profissional já deveria ter se tocado e parado com a sua carreira. Mas se ele não se respeita a esse ponto, afinal de contas, o que o Muller poderia dizer? Respeitar o seu passado?

Ora, Rivaldo, se liga!!!

Marcelo Alves Bellotti

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Marcos anuncia aposentadoria

O mundo do futebol ficou um pouco mais triste. No final da tarde de hoje, no dia da reapresentação da equipe do Palmeiras, Cesar Sampaio que hoje trabalha na Comissão Técnica do Palmeiras anunciou o final da carreira de São Marcos.

Marcos sem dúvida entra para a história do Palmeiras como um de seus principais atletas em toda a história. Seu único clube enquanto profissional protagonizou bons e maus momentos, mas sem dúvida seu temperamento e seu carisma, aliado a um título mundial pela Seleção Brasileira, faz de Marcos um cidadão admirado por todos os torcedores brasileiros.

Marcos sempre se identificou com a torcida do Verdão e conseguiu o ápice da carreira na Libertadores da América em 1.999 sendo considerado o melhor jogador da competição naquele ano. Com Felipão na seleção o caminho ficou livre para o seu goleiro de confiança. Marcos não decepcionou o seu técnico e novamente brilhou se destacando na campanha vitoriosa da Seleção Brasileira.

Humilde, de fala fácil e torcedor apaixonado, Marcos se destacou muito além da sua capacidade enquanto goleiro. Virou ídolo e a partir de hoje, tornou-se um mito.

Marcelo Alves Bellotti