Playlist

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Copa do Mundo... Definidas as 32 seleções

A Copa do Mundo de 2014 que será realizada no Brasil definiu ontem as suas 32 seleções. Novidades somente a presença da Bósnia como representante Européia. Todos os campeões mundiais garantiram sua classificação, fechando ontem com o Uruguai e a França.

A França definiu sua vaga derrotando a Ucrânia pelo placar de três a zero, revertendo uma vantagem da seleção Ucraniana que no primeiro jogo havia derrotado os franceses pelo placar de dois a zero. O gol que ajudou a levar a França ao Mundial no Brasil saiu novamente em um lance de erro da arbitragem. Benzema, em completo impedimento anotou o segundo gol francês, resultado que levaria o jogo aos pênaltis. Na etapa final, a Ucrânia teve ainda um jogador expulso e tomou o terceiro gol que garantiu a França em mais um mundial.



Já o Uruguai enfrentou na repescagem a seleção da Jordânia. Não teve dificuldades para chegar a Copa do Mundo, garantindo a vaga no primeiro jogo fora de casa com uma goleada de cinco a zero.

Porém o destaque do segundo jogo, disputado ontem no Estádio centenário foi a homenagem feita ao Maracanazo na figura de Alcides Edgardo Ghiggia. 

Ghiggia foi o autor do gol que deu a vitória a seleção uruguaia em pleno Maracanã pelo placar de dois a um. Porém como os próprios uruguaios definiram, esse foi "El gol que nunca se grito". 

Ontem perante a um Centenário lotado, o Uruguaio pode gritar o gol de Ghiggia, visivelmente emocionado. Confira a homenagem clicando aqui

Seguem as 32 seleções classificadas:

- AMÉRICA DO SUL: Brasil (país-sede), Argentina, Colômbia, Chile, Equador e Uruguai.

- AMÉRICA DO NORTE E CENTRAL: Estados Unidos, Costa Rica, Honduras e México.

- EUROPA: Holanda, Itália, Bélgica, Suíça, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Rússia, Bósnia, Portugal, França, Grécia e Croácia.

- ÁSIA: Japão, Austrália, Irã e Coreia del Sul.

- ÁFRICA: Nigéria, Costa de Marfim, Camarões, Gana e Argélia.

Agora resta somente a definição dos grupos, que serão definidos a partir de 3 de dezembro.

Marcelo Alves Bellotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário