Playlist

sábado, 31 de janeiro de 2015

SUPER SERIES de Manaus. Caso a ser explicado!

Recentemente acompanhamos a disputa da Super Series em Manaus, um torneio disputado por Flamengo, Vasco e São Paulo e que mostrou uma inovação muito interessante: Antes dos jogos eram cantados os hinos das equipes ao invés do hino Nacional. O torneio amistoso foi vencido pelo Flamengo, após duas vitórias contra Vasco e São Paulo

A expectativa da cidade de Manaus era poder concorrer a uma das sedes do futebol nos jogos olímpicos de 2016 que será realizado na cidade do Rio de Janeiro. Tradicionalmente os jogos de futebol nas Olimpíadas são disputados em locais diferentes das cidades-sede.

Porém um acontecimento pode ter atrapalhado as intenções da cidade. Uma briga generalizada entre as torcidas no jogo entre Flamengo e Vasco provocou mal estar entre os organizadores. Porém essa briga gerou uma desconfiança e algo ficou sem explicação. 

Os amigos da Radio Já Panamazônica trouxeram essa desconfiança à tona através de um texto que passo a reproduzir por aqui. Existem muitas coisas por trás de atos aparentemente simples no futebol, pode ser só uma "teoria da conspiração", mas penso que tudo isso deveria ser investigado.

Abaixo o texto dos amigos da Radio Já Panamazônica. 

Foto: Globoesporte.com
"Segundo uma fonte, a inteligência da PMAM repassou informação sobre a possibilidade de confronto entre as torcidas, para os responsáveis pela segurança privatizada da Arena da Amazônia.
Fonte ligada à segurança pública do Amazonas informou que, os responsáveis pela segurança interna da Arena Vivaldo Lima, foram informados pela Polícia Militar do Amazonas quanto à possibilidade de um confronto entre as torcidas do Vasco e Flamengo no jogo ocorrido na quarta-feira passada, dia 21 de janeiro, em jogo válido pelo torneio promovido pela Empresa M1 Eventos, denominado de Super Series.

Imagens desse incidente rechearam os noticiários dos principais telejornais, coincidentemente quando Manaus tenta ser escolhida como uma das sedes para a disputa das partidas de futebol pela olimpíada do Rio de Janeiro de 2016.

Esse fato ocorreu justamente no dia da assunção da alta cúpula da segurança pública do Estado, que, aliás, após a repercussão dada aos fatos, mereceu por parte do Secretário de Segurança, recém empossado, severas críticas, inclusive, apontando falhas cometidas pela segurança privada e, a precisa e pronta intervenção da Polícia Militar do Amazonas.

O Governador do Estado, José Melo, lamentou o ocorrido e concorda com a sua apuração e aplicação das devidas punições aos responsáveis. No entanto, apesar da indignação das Autoridades públicas, a mesma fonte que informou sobre o conhecimento dessa possibilidade de confronto pelos responsáveis pela segurança privada da Arena Vivaldo Lima, deixou claro que, essa atitude de omissão e irresponsabilidade, esconde um verdadeiro esquema que teria a finalidade, em razão desses problemas com a segurança, desqualificar Manaus como uma das sedes do futebol na olimpíada de 2016.

O que se esconderia por trás de tudo seria excluir Manaus das sedes do futebol de 2016 pela olimpíada do Rio.

Ainda, essa mesma fonte afirmou que, essa situação, guardaria uma oculta intenção política, com o claro propósito de desacreditar as autoridades locais, as quais teriam garantido a participação de Manaus nos jogos olímpicos de 2016."

Vamos aguardar o desdobramento desses fatos.

Marcelo Alves Bellotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário