Playlist

quinta-feira, 12 de abril de 2012

A regra é clara?

Estive um período ausente desse espaço mas estou de volta. Um lance ocorrido na partida entre Criciúma e Atlético Paranaense me chamou a atenção. A partida terminou com a vitória do Atlético pelo placar de 2 a 1 mas o lance do gol de empate do Criciúma foi curioso.

Eram passados 19 minutos do segundo tempo quando o goleiro do time Paranaense foi tentar uma reposição de bola e foi "atacado" pelo centroavante do Criciúma Zé Carlos, que "roubou" a bola com um toque de cabeça e ficou a vontade para fazer o gol.



O lance ainda rendeu cartão amarelo para o goleiro do Atlético Paranaense. A bola veio para as mãos do goleiro do time paranaense em um possível recuo de bola. Lance polêmico? Talvez, porém quanto ao gol não pode haver duvidas. Foi um lance ilegal!

O auxiliar marcou a irregularidade, mas foi desautorizado pela arbitragem, que além de marcar o gol, tratou de mostrar cartões para jogadores do Atlético e pessoalmente foi afastar os jogadores que reclamaram da irregularidade.

Os mais antigos ficam inconformados com a regra... em outros tempos esse lance estaria de acordo com as regras do jogo. De acordo com a regra 12, o lance deveria ser invalidado pelo juiz, pois de maneira clara houve uma irregularidade, simples de ser marcada.

Porém há quem diga que regra não privilegia o gol e que o árbitro agiu errado. Certa ou errada a regra nesse caso é clara! E pede ao árbitro para anular o lance. 


O QUE DIZ A REGRA 12

- O goleiro não deverá manter a posse da bola em suas mãos por mais de seis segundos.

O goleiro estará de posse da bola:
- Enquanto a bola estiver em suas mãos ou entre sua mão e qualquer superfície (por exemplo: o solo, seu próprio corpo)
- Enquanto segurar a bola em sua mão aberta estendida
- Enquanto bater a bola no solo ou lançá-la ao ar
- Quando o goleiro controlar a bola com suas mãos, nenhum adversário poderá disputá-la com ele

Marcelo Alves Bellotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário