Playlist

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Técnicos brasileiros e seu perfil

Tenho escutado dos técnicos brasileiros que o grande problema do futebol brasileiro são os professores de Educação Física que infestam a base... que técnicos brasileiros, apesar de não trabalharem em nenhum lugar do primeiro nível do futebol mundial com destaque... que não acreditam nesses técnicos que vão a Europa tirar selfie e dizer que estão reciclando, etc, etc...

Enquanto isso, seus times em geral vivem de contra-ataque, bolas aéreas e jogadas de escanteio e faltas laterais. Fazem coletivos e rachões e ganham em geral, mais de 500 mi por mês

O perfil do técnico Brasileiro...

O técnico do Santos declarou após o jogo contra a Ponte Preta:  "É hora de dar chutão e parar de sair jogando. Eu sou da época de dar chutão e foi aquilo que falei lá dentro, para eles. Perdemos dois pontos de novo e será difícil recuperá-los. Lá em Minas, vai ser a hora do vamos ver"

Helio dos Anjos, técnico do Goiás declarou: “Fiquei chateado por tomar um gol aos 48 minutos. Não é fácil. Entramos com uma proposta clara. Nosso time não tem a característica de ter muita posse de bola. Mas poderíamos ter segurado um pouco mais nos minutos finais”

Felipão declarou, após o jogo contra o Veranópolis: " Me expulsei. Mais vergonha do que isso, impossível passar. A equipe não apresenta nada daquilo que a gente faz no treinamento. Não adianta ficar enganando a torcida do Grêmio. Não tinha mais o que fazer, fui embora para o vestiário. Acabou o assunto. Não criamos nada, os adversários vêm aqui e tomam conta do jogo. Não aproximamos. Faltava 3 ou 4 minutos e fui embora. Para não tomar uma atitude errada e esfriar a cabeça".

Marcelo Alves Bellotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário